Avanços da Alcântara Cyclone Space

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (30/05) no blog “Panorama Espacial” do companheiro jornalista André Mileski, destacando que uma reportagem da agência de notícias russa INTERFAX traz algumas informações sobre os avanços do projeto da ACS.

Duda Falcão

Avanços da Alcântara Cyclone Space

André Mileski
30/05/2011

Uma reportagem da agência de notícias russa INTERFAX do final de maio traz algumas informações sobre avanços no projeto da Alcântara Cyclone Space (ACS) e a intensificação de suas atividades, citando fonte presente na reunião do conselho de administração da binacional, realizada este mês.

"Na reunião, o Brasil apontou significativas realizações na cooperação e expressou confiança nas perspectivas futuras do projeto Cyclone 4", destaca a reportagem, citando fonte não identificada.

A seguir, reproduzimos mais alguns trechos do texto, vertidos para o português pelo blog Panorama Espacial:

"Infelizmente, em 2010 houve alguns atrasos no cronograma de criação do projeto internacional espacial do Cyclone 4. Uma das razões foi a demora em obter as licenças ambientais e de construção dos órgãos de supervisão do governo brasileiro, o que não possibilitou que as obras fossem iniciadas antes do período de chuvas no Brasil. Um atraso no financiamento do projeto pelo lado ucraniano também afetou".

"Cerca de 70% do território foi limpo para a construção das instalações e estradas de acesso. O trabalho no projeto e produção dos equipamentos das instalações e a construção de uma cidade para os construtores e um ponto de verificação já foram iniciados".

"A expectativa é que em dois anos o complexo seja aberto. Uma decisão final quanto aos termos do primeiro lançamento do foguete será tomada depois que o cronograma para a construção do centro de lançamento for determinado."

"Companhias ucranianas estão desenvolvendo um conjunto de equipamentos para o transporte do foguete de duas maneiras - por mar ou pelo ar. O foguete destinado ao primeiro vôo será transportado por meio aéreo em razão de um atraso na construção do porto próximo ao centro espacial de Alcântara."


Fonte: Revista Tecnologia & Defesa via Blog “Panorama Espacial“ - André Mileski

Comentário: Continuo acreditando que, já que não têm jeito mesmo, quanto mais tempo essas obras do sítio da ACS demorarem, mais irão prejudicar o verdadeiro Programa Espacial Brasileiro. Pelo que diz a notícia da INTERFAX a expectativa é que em dois anos o complexo seja aberto e não mais em 2012. Isso certamente prejudicará o PEB e vale lembrar aquela promessa feita pelo ministro Aloizio Mercadante (não esqueci não ministro) durante a posse do presidente Marco Antônio Raupp na AEB, de que se os ucranianos não cumprissem a parte deles relacionada com aporte de recursos o acordo seria reavaliado. Em abril foi anunciado (veja a nota “Aprovada a Lei da introdução de Alterações no Código Orçamentário da Ucrânia”) que uma lei aprovada na Ucrânia dava autorização para a emissão de garantias governamentais de retorno de empréstimos contraídos para financiar as obrigações internacionais do país no âmbito do projeto Cyclone-4. Ainda segundo a notícia, essa integralização da Ucrânia ao capital da ACS estaria esperada para o fim de maio. Amanhã entramos em junho, como vai ficar ministro?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite