FAB Participa Em Brasília da Quarta Reunião do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota interessante notícia postada ontem (18/10), no site da Força Aérea Brasileira (FAB), destacando que a FAB participou em Brasília da quarta reunião do “Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB)”.

Duda Falcão

ESPAÇO

FAB Participa de Reunião do
Comitê de Desenvolvimento do
Programa Espacial Brasileiro

Esta foi a quarta reunião do grupo que trabalha pela
potencialização do Programa Espacial

Por Ten Emília Maria
Revisão: Cap Landenberger
Edição: Agência Força Aérea
Publicado: 18/10/2018 - 20:00

Fotos: Sgt Bruno Batista/CECOMSAER
O Comitê é formado por representantes de diversos órgãos.

Foi realizada, nesta quinta-feira (18), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), a quarta reunião do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB), criado pelo decreto presidencial 9.279, de 6 de fevereiro de 2018. O objetivo do colegiado, coordenado pelo Ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, é fixar diretrizes e metas para a potencialização do Programa Espacial Brasileiro.

Comandante da FAB participou da reunião.

Ao se referir ao trabalho realizado ao longo de 253 dias de Comitê, o Ministro Chefe do GSI, General de Exército Sergio Westphalen Etchegoyen, ressaltou os avanços realizados e falou da relevância das discussões. “Nossas responsabilidades são enormes e já progredimos muito. Precisamos entender o mundo em que estamos vivendo e nos adequarmos a ele”, disse ao comparar a situação do Brasil com outros países da América Latina na área espacial.

Durante esta quarta reunião, foram abordados temas como o prosseguimento das negociações com os Estados Unidos a respeito do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST); o andamento do processo de criação da empresa pública ALADA; e a necessidade de implementação de políticas públicas e ações sociais no entorno do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão; entre outros.

Major-Brigadeiro Aguiar ressaltou a importância das reuniões

Na ocasião, o Presidente da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE), Major-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, reforçou a importância das reuniões. “É uma forma de reunir vários órgãos essenciais à nossa área espacial e facilita sobremaneira a tomada de decisões, levando a necessárias decisões multidisciplinares”, disse.

Participam do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro como membros os Ministérios da Casa Civil; da Defesa; das Relacões Exteriores; do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

O Comitê é formado por representantes de diversos órgãos.

Nesta reunião estiveram presentes, além do Ministro Chefe do GSI, o Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato; o Presidente da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE), Major-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar; o Secretário de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional do GSI, Major-Brigadeiro do Ar Dilton José Schuck; o Subdiretor de Contratos e Convênios da Diretoria de Economia e Finanças da Aeronáutica, Brigadeiro do Ar Vincent Dang; e o Vice-Presidente da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais, Brigadeiro do Ar José Vagner Vital; entre outros oficiais-generais e oficiais superiores da FAB, além de representantes dos Ministérios que compõem o Comitê.


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB) - http://www.fab.mil.br

Comentário: Pois é leitor, 253 dias de Comitê e as incertezas continuam enormes quanto à eficácia das ações deste Comitê. Por enquanto muito bla-blá-blá e nada de efetivo que se possa enxergar, há não ser o aparente isolamento da nossa Agencia Espacial de Brinquedo (AEB) e de seu presidente incompetente. Vamos aguardar o resultado das eleições para tentarmos assim uma entrevista com o provável candidato eleito Jair Messias Bolsonaro, ou com o seu indicado para o Ministério de C& T, o Astronauta Marcos Pontes. De 01 a 03/11 será realizado na bela cidade de Foz do Iguaçu (PR) o “I Congresso Aeroespacial Brasileiro (I CAB)” com a participação entre outros do Astronauta Marcos Pontes, e seria muito importante se o presidente eleito (isto caso seja liberado pelos seus médicos) pudesse comparecer na abertura do evento, ou mesmo em seu ultimo dia, para assim não só ratificar a importância estratégica que dará a esta área em seu governo, bem como ouvir e debater com os próprios profissionais os problemas do PEB.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial