1º Voo do "4º AO" do Programa Microgravidade Tem Previsão Agora Para Julho de 2015

Olá leitor!

Lembra-se do tal  Anúncio de Oportunidades (4º AO) do “Programa Microgravidade” de nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB)?

Pois então, segundo informações colhidas pelo BLOG o primeiro voo do foguete VSB-30 dos três previstos por este anúncio, está agora previsto para ocorrer em julho de 2015, ou seja, um ano após a sua primeira previsão (Julho de 2014).

Já com relação aos outros dois voos, se levarmos em conta a maneira de como o PEB é conduzido por esse desgoverno desastroso, é melhor nem fazer qualquer previsão e assim não gerar expectativas desnecessárias e fantasiosas.

Vale dizer que segundo o resultado da 1ª Chamada (relativa a este primeiro voo do anúncio) os experimentos selecionados foram os seguintes:

1- Solidificação de Ligas Eutéticas em Microgravidade (SLEM) - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).
Responsável: Chen Ying An;

2- Plataforma de Aquisição para Análise de Dados de Aceleração (PAANDA II) - Universidade Estadual de Londrina (UEL).
Responsável: Marcelo Carvalho Tosin;

3- Os Efeitos da Microgravidade Real no Sistema Vegetal de Cana de Açúcar Utilizando o Foguete de Sondagem VSB-30 - Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
Responsável: Katia Castanho Scortecci; e

4- Novas Tecnologias de Meios Porosos Para Dispositivos Com Mudança de Fase - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Responsável: Marcia Barbosa Henriques Mantelli.

O leitor mais atento e presente ao nosso BLOG deve agora esta se perguntando: Ué, não eram cinco experimentos?  Eram sim, o quinto era o experimento:

5- Sistema Para Ensaio Funcional do Estágio Propulsivo Líquido (EPL) - Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)
Responsável: Cel. Avandelino Santana Junior.

Mas como por outros meios o instituto conseguiu recursos e por aparentemente o prazo dessa missão ser incerto (sempre as coisas que envolvem a AEB são incertas), o instituto acabou realizando independentemente a “Operação Raposa”.

Vale lembrar leitor que o resultado da 2ª Chamada (relativa ao segundo voo do anúncio) também já foi anunciado pela AEB e os experimentos selecionados foram os seguintes:

1- Desempenho Térmico de Nanofluidos em Microgravidade (NFM) - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Responsável: Alexandre Kupka da Silva;

2- Forno Multiusuário em Foguetes Suborbitais (EFOMU) - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).
Responsável: Chen Ying An;

3- Os Efeitos da Microgravidade nas Atividades Biológicas e Farmacológicas de Extratos de Plantas e Polissacarídeos de Algas - Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
Responsável: Katia Castanho Scortecci;

4- Miniloop Heat Pipe Utilizando Evaporador Capilar Com Estrutura Porosa Cerâmica Para Transferência de Calor em Microgravidade - Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).
Responsável: Lucas Freitas Berti; e

5. Estudo do Desempenho Térmico de Tubo de Calor Pulsante em Microgravidade (TCP) - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Responsável: Marcia Barbosa Henriques Mantelli.

Bom leitor apesar do resultado da terceira e última chamada deste 4ª Anúncio (relativa ao terceiro voo) ainda não ter sido divulgado pela AEB duas coisas me chamaram a atenção.

A primeira foi a não participação (até o momento) de universidades como a USP, a UFRJ, a UFMG, a UFRGS e a UFSM  entre os experimentos selecionados, apesar de ser muito positivo observar a participação diversificada de universidades de vários estados brasileiros, mas é muito estranho não ter essas cinco universidades entre as selecionadas.

Outra coisa que também me chamou a atenção foi esta imagem do VSB-30 postada no site do Programa Microgravidade da AEB.


O leitor mais atento notará inicialmente no local da imagem onde são posicionados os experimentos as palavras Plataforma Suborbital de Microgravidade - (PSM). Bom leitor, é sabido que neste momento está em desenvolvimento no IAE (com a parceria da empresa brasileira Orbital Engenharia) um projeto justamente intitulado de Plataforma Suborbital de Microgravidade (PSM).

Ora, isto me faz questionar se o voo inicialmente previsto dos experimentos da 1ª Chamada do anuncio foi adiado para poder realiza-lo durante o primeiro voo desta nova plataforma? Quem sabe a Orbital ou o IAE venha responder a nossa pergunta, né verdade? Vamos aguardar.

Duda Falcão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro