sexta-feira, 1 de julho de 2016

Para Ministro, Atuação do CEMADEN Merece o Reconhecimento de Todos os Brasileiros

Olá leitor!

Segue agora uma nota postada hoje (01/07) no site do bizarro Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) destacando que para o Ministro Kassab a atuação do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) merece o reconhecimento de todos os brasileiros.

Duda Falcão

Notícias

Para Ministro, Atuação do CEMADEN Merece
o Reconhecimento de Todos os Brasileiros

Em cerimônia de comemoração dos cinco anos do CEMADEN, em São José
dos Campos (SP), Gilberto Kassab destacou a importância das atividades de
monitoramento de áreas de risco e de emissão de alertas em todo o país.

Por Ascom do MCTIC
Publicação: 01/07/2016 | 16:28
Última modificação: 01/07/2016 | 17:34

Crédito: Ascom/MCTIC
Ministro acompanha apresentação sobre as atividades
do CEMADEN em São José dos Campos (SP).

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, garantiu nesta sexta-feira (1º) apoio para que o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) mantenha as atividades de acompanhamento de áreas de risco e emissão de alertas em todo o país. Na cerimônia de comemoração dos cinco anos do CEMADEN, em São José dos Campos (SP), ele destacou a importância do trabalho preventivo que permite a proteção das famílias que vivem nas regiões com risco de deslizamento. Por isso, segundo Kassab, o CEMADEN merece o reconhecimento de todos os brasileiros.

"Viemos trazer o apoio do governo, a convicção e a certeza de que vamos continuar trazendo recursos para que o CEMADEN continue prestando um serviço de relevância e, mais do que isso, possa ampliar o seu leque de atuação", disse. "Como prefeito de São Paulo, eu senti o quanto era desafiador proteger as comunidades que estavam em áreas de risco. E nós não contávamos ainda com o trabalho desta envergadura realizado pelo CEMADEN."

Kassab falou ainda da urgência em elaborar um "plano de retorno de investimentos" para a ciência, afetada pela redução de recursos imposta pela difícil conjuntura da economia brasileira. Para o ministro, a ciência, a tecnologia e a inovação dependem de recursos públicos para avançar.

"Esse é o meu papel. Com muita humildade, tentar ser o maestro, buscar mais recursos. Esta é uma luta que me engajei desde o primeiro dia, me associando a respeitadas instituições como Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que tem como linha de frente das suas demandas mais recursos para a ciência em nosso país. Estou junto nesta demanda para que a gente possa realizar mais."

INPE

O ministro também confirmou a indicação do engenheiro Ricardo Galvão para a direção do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). A escolha foi feita a partir de lista tríplice apresentada ao MCTIC. "Tomei o cuidado de me aconselhar, e acabamos por nos definir no encaminhamento do nome do professor Galvão", explicou.

Ricardo Galvão é engenheiro com doutorado em Física de Plasmas Aplicada pelo Massachusetts Institute of Technology, nos Estados Unidos. Foi pesquisador do INPE e, atualmente, é professor da Universidade de São Paulo.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC)

Comentário: Verdade, realmente o CEMADEN vem realizando um trabalho exemplar, e como tal deveria mesmo merecer o reconhecimento da Sociedade Brasileira. Entretanto não se engane, a criação deste centro pelo governo da debiloide petista só ocorreu no inicio de 2011 graças aos desastres naturais que ocorreram no Brasil durante os governos petistas, não por solidariedade ao povo que 'comeu o pão que o diabo amassou' neste período em várias regiões do país, mas por que a falta de uma ação efetiva na época resultaria na perda de votos e consequentemente do poder. Já quanto ao Ministro Kassab, suas palavras tiveram como objetivo apenas fazer jogo de cena perante a imprensa, servidores do centro e a Sociedade Brasileira, além é claro de aproveitar a oportunidade para pongar em algo que deu certo.

Um comentário:

  1. Pena que os mais velhos só reconhecem se passar no noticiário/na TV. E os mais jovens que usam a internet, nunca saberão sobre isso porque a eles não interessam, já que na internet o jovem procura por aquilo que for do interesse dele.
    É uma pena.

    ResponderExcluir