sexta-feira, 22 de julho de 2016

Alunos das Redes de Ensino de Pernambuco Poderão Participar de Olimpíada de Foguetes do IFPE

Olá leitor!

Segue abaixo uma interessante notícia postada dia (20/07) no site “G1” do globo.com, destacando que Alunos das redes de ensino de Pernambuco poderão participar de Olimpíada de Foguetes promovida pelo "Núcleo de Astronomia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE)". Vale dizer que esta será a primeira edição de uma Olimpíada Pernambucana de Foguete e a primeira a ser realizada no Brasil em âmbito regional. 

Duda Falcão

PERNAMBUCO

Alunos das Redes de Ensino Poderão
Participar de Olimpíada de Foguetes

IFPE abre inscrição para a 1ª edição a Olimpíada Pernambucana de Foguete.
Inscrições são gratuitas e ocorrerão até o dia 15 de setembro.

Do G1 PE
20/07/2016 - 12h05
Atualizado em 20/07/2016 - 12h05

(Foto: Suzi Rocha/G1)
Ganhadores receberão certificados de participação e medalhas.

O Núcleo de Astronomia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) realizará a primeira edição da Olimpíada Pernambucana de Foguete. As inscrições são gratuitas e já estão abertas. Elas ocorrerão até o dia 15 de setembro. O formulário de inscrição e o regulamento completo estão disponibilizados no portal do IFPE.

De acordo com o professor de física da instituição Guilherme Pereira, a competição é voltada para alunos do Ensino Médio de escolas públicas e privadas. O principal objetivo é incentivar os estudos científicos.

“Nós somos o único estado no Brasil que trouxe essa olimpíada paral. o âmbito regiona É um estímulo para os estudantes que se interessam por essa área da astronomia e aeronáutica”, afirmou o docente.

Para participar é necessário que o professor preencha um formulário com os dados dele e da escola com a assinatura da direção. A partir desse momento ele se torna o docente representante daquela unidade de ensino.

Não há limite de quantidade de grupos por escola. É o professor que irá medir o alcance do lançamento dos foguetes. Tudo isso será filmado e encaminhado pelo professor para a IFPE até o dia 30 de setembro. O docente ainda enviará um relatório. O resultado será divulgado no dia 30 de outubro.

Premiação

A premiação não será feita a nível estadual. Ou seja, cada escola terá sua própria premiação. “Nós iremos até a escola e faremos a premiação daquela escola a depender da distância de cada lançamento. Daremos certificado e medalha. Queremos incentivar e preparar esses alunos para a olimpíada nacional”, explica Guilherme ao ressaltar que a inscrição dos grupos na competição brasileira não tem ligação com a que será realizada pelo IFPE.

“Os melhores de cada escola não serão, necessariamente, os que irão para a nacional. Qualquer grupo pode se inscrever na nacional no ano que vem. Isso é independente. Porém, é nossa ideia preparar esses jovens também, para que eles se inscrevam e concorram no nacional”, destaca.

Entre os pré-requisitos, os foguetes precisam ser de plástico. Eles não podem conter nenhum material metálico nem, tampouco, nenhum combustível como gasolina. Os foguetes só podem ter duas coisas dentro: vinagre e bicabornato de sódio, pois quando reagem foram o gás carbônico, responsável pela pressão e posterior alcance do projétil.

“O mais legal é que esses alunos terão que pensar em tudo. Até a aerodinâmica do foguete irá influenciar no alcance. Eles estarão brincando e aprendendo”, acrescenta o professor.


Fonte: Site “G1” do globo.com – 20/07/2016

Comentário: É com grande satisfação que tomo conhecimento desta iniciativa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE). Gostaria em nome do Blog BRAZILIAN SPACE parabenizar ao IFPE e ao Prof. Guilherme Pereira por esta fantástica iniciativa. Estou vibrando professor Guilherme. Aproveito para lembra-lo que em Pernambuco (Recife) esta localizada a única empresa especializada em foguetes educativos do país (a Bandeirante Foguetes do Sr. Roberto de Paula - roberto@aeroespacial.com.br) e na Cidade de Carpina o Centro de Estudos de Foguetes Espaciais do Carpina – CEFEC), este sob o comando do conhecidíssimo Prof. José Félix Santana (felixcarpina@yahoo.com.br), pioneiro do Programa Espacial Brasileiro e do Foguetemodelismo no país. (veja aqui a nossa ultima entrevista com ele). Creio Prof. Guilherme que vale a pena o senhor fazer um contato com esses profissionais, quem sabe daí não possa sugir ainda mais ideias inovadoras? Desde já reitero meus parabéns a todos vocês do IFPE. Forte abraço a todos.

2 comentários:

  1. Olá Duda Falcão
    Obrigado por citar a BANDEIRANTE.

    Estivemos esta semana no IFPE para acertarmos a participação da BANDEIRANTE no evento
    Tenho certeza que será realmente um grande avanço o uso de mini foguetes de combustão para o crescimento desta atividade no Brasil
    Um grande abraço do amigo
    Roberto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberto!

      Não precisa agradecer amigo, só fiz minha obrigação, nada mais além disso, e com um único interesse, ajudar. Sucesso com o evento.

      Forte abraço

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir