Maranhenses Observam o Céu de Alcântara


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (04/12) no site do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destacando que maranhenses observaram nesta quinta-feira (03/12) o céu de Alcântara sob a orientação dos monitores da Universidade de Brasília (UnB) e dos professores da rede pública do ensino fundamental e médio do Estado do Maranhão inscritos na Escola do Espaço do Centro de Lançamento de Alcântara (ESCLA), curso que esta sendo promovido pela Agência Espacial Brasileira (AEB/MCT).

Duda Falcão

Maranhenses Observam o Céu de Alcântara

04/12/2009 - 10:00

A comunidade do município maranhense de Alcântara observou nesta quinta-feira (3) o céu da cidade. A observação dos astros foi feita na Praça da Matriz, localizada no centro da cidade. Os professores da rede pública do ensino fundamental e médio do Estado do Maranhão inscritos na Escola do Espaço do Centro de Lançamento de Alcântara (ESCLA), curso promovido pela Agência Espacial Brasileira (AEB/MCT), juntamente com os monitores da Universidade de Brasília (UnB), estavam no local orientando a população para a observação astronômica.

Desde o dia 30 de novembro, 87 professores, inscritos na I ESCLA, participam de aulas sobre Astronomia e Astronáutica com titulares do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e UnB. Como parte da didática, a atividade de observação do céu trata-se de uma oportunidade para o grupo colocar em prática o conhecimento adquirido em no curso.

Segundo o professor da Secretaria de Educação do Distrito Federal, Jaime Pereira Antunes Campos, a iniciativa é bem vinda. “A importância está relacionada ao conhecimento de forma geral, bem como as possibilidades de aplicação e os benefícios”, diz. Jaime acrescenta que, além de todo o conhecimento acumulado durante estes dias pelos professores, a observação astronômica possibilita a integração com a natureza. “Permite uma reflexão, além de situar o ser humano como parte do universo”, ressalta.

Para a professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA/MA) e participante do curso, Liziane Mesquita, o curso está sendo muito proveitoso, principalmente pela proximidade com o Centro de Lançamento de Alcântara. “Nós somos formadores de opinião e tratamos com alunos e, por isso, precisamos passar informações mais precisa. Essa é uma oportunidade única”, relata.

“Esta é uma ação pioneira uma vez que propicia aos professores contato com os cursos de Astronomia e Astronáutica”, destaca o presidente da AEB, Carlos Ganem. Segundo a Chefe de Gabinete da Agência, Nélia Ferreira Leite, um dos pontos positivos da ESCLA é a participação das instituições no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). “Cada instituição contribuiu à sua maneira, disponibilizando recursos financeiros e humanos", afirmou. A ESCLA, projeto da AEB, conta com a parceria do Governo do Maranhão, da Secretaria Estadual de Educação do Maranhão, Prefeitura de Alcântara, Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, Centro de Lançamento de Alcântara, entre outras instituições.

Os trabalhos serão encerrados nesta sexta-feira (4), com a apresentação da Coleção Explorando o Ensino, volumes 11, 12 e 13, que tratam de Astronomia, Astronáutica e Mudanças Climáticas. Esta será mais uma ferramenta voltada para a capacitação dos docentes, para que eles possam desenvolver em sala de aula a temática espacial. A Coleção Explorando o Ensino, feita em parceria com o Ministério da Educação (MEC), está em exposição no Museu Casa Histórica, em Alcântara, das 10h às 16h.


Fonte: Site do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)

Comentário: Quando um trabalho é sério bem realizado o mesmo rende frutos, como tem ocorrido com esse programa que está sendo realizado pela AEB na área de educação. Sou um profundo admirador desse programa AEB Escola, e dos eventos da OAB, da Jornada Espacial e agora dessa primeira iniciativa da Escola do Espaço do Centro de Lançamento de Alcântara (ESCLA), que certamente beneficiará a médio e longo prazo o Programa Espacial Brasileiro. Iniciativas como essa serão sempre incentivadas pelo blog, pois acreditamos que para que uma sociedade seja forte, tem de se investir pesado na educação e no conhecimento científico e tecnológico. Parabéns AEB.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite