quinta-feira, 14 de maio de 2015

Três Robôs Vão Apostar Corrida na Lua

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (14/05) no site “Inovação Tecnológica” destacando que Três Robôs vão apostar corrida na superfície da Lua pelos US$ 20 milhões do prêmio “Google Lunar X-Prize”.

Duda Falcão

ROBÓTICA

Três Robôs Vão Apostar Corrida na Lua

Com informações da New Scientist
14/05/2015

[Imagem: Carnegie Mellon University]
O robô Andy, que representa a Astrobotic, foi construído
por uma equipe da Universidade Carnegie Mellon.

Corrida Espacial de Robôs

Podemos estar bem próximos de uma corrida espacial de verdade, em que os competidores de fato correm para vencer um prêmio.

Dois concorrentes ao Google Lunar XPrize anunciaram que vão voar juntos rumo à Lua. Mas, chegando lá, será cada um por si.

O desafio oferece um grande prêmio de US$ 20 milhões para a primeira equipe que pousar um robô na lua, fazê-lo viajar por 500 metros e enviar imagens para a Terra.

A Astrobotic anunciou que tem planos para lançar seu robô Andy, construído por uma equipe da Universidade Carnegie Mellon, a bordo de um foguete Falcon 9 que será lançado do Cabo Canaveral antes do fim do prazo do prêmio, que termina no final de 2016.

A novidade é que a Astrobotic concordou em deixar que a empresa japonesa Hakuto envie seus dois robôs, Moonraker e Tetris, no mesmo foguete - os dois também competem pelo Google Lunar XPrize.

Na verdade, a empresa, que se define no ramo de "logística espacial", está vendendo lugares no foguete e no seu módulo de pouso para quem puder pagar a conta.

Descendo do veículo de pouso, os robôs tentarão então viajar os 500 metros e enviar suas fotos para a Terra, a tempo de vencer a primeira corrida espacial de robôs.

[Imagem: Hakuto]
Estes são Moonraker e Tetris, que
competirão na corrida na Lua.

Desafios

Apesar de muitos anúncios e promessas de lançamento anteriores, o prazo fatal da competição vem sendo adiada várias vezes. Mas, se os três robôs realmente viajarem juntos, isto pode significar uma corrida emocionante cuja fita de chegada estará em solo lunar.

Ainda assim, pousar na Lua está longe de ser o único desafio a ser superado, destaca Andrew Barton, diretor técnico do prêmio.

"A recente falha mecânica da missão chinesa Chang'e-3 certamente mostrou que mover-se 500 metros sobre a superfície lunar é uma tarefa muito difícil e que vai exigir uma grande quantidade de conhecimentos técnicos. Assim, uma vez que as equipes pousem na Lua, deverá ser uma corrida emocionante para reivindicar o grande prêmio."


Fonte: Site Inovação Tecnológica - http://www.inovacaotecnologica.com.br/

Comentário: Pois é leitor como se pode notar nesta matéria, das 16 equipes supostamente ainda ativas nesta competição, apenas a ASTROBOTIC, locada em Pittsburgh, PA (EUA), liderada pelo Dr. William Red Whittaker e a equipe HAKUTO, locada em Tóquio (JAP), liderada Sr. Takeshi Hakamada, são as únicas equipes com chances reais de vencerem esta competição internacional. Tomara que sejam bem sucedidas Mas vale dizer que apesar de quem venha vencer o prêmio ou não, ambas as equipes serão vencedoras, já que estarão fazendo história, pois serão as primeiras organizações privadas a colocarem um objeto na superfície de outro astro na história da humanidade. Aproveitando a oportunidade gostaria de dar uma excelente notícia, ou seja, informar a você leitor que segundo fonte segura o Brig. Thiago Ribeiro (Diretor) já comunicou a todo o staff da mal engenhada empresa Alcântara Cyclone Space (ACS) sobre o encerramento das atividades da empresa até o fim do ano, e recomendou a todos que procurassem emprego. Metade dos funcionários já receberam aviso prévio e em setembro deve ser anunciado o encerramento das atividades deste desatino. VITÓRIA? Sim, mas uma vitória parcial, pois VITÓRIA mesmo seria se os responsáveis por esta aventura e aqueles que a apoiaram fossem colocados no XADREZ, no meio dos maginais, virando meninos e meninas. Não só seria uma VITÓRIA, bem como um exemplo que poderia ajudar a sociedade acordar para a mudança cultural que nosso país precisa para se tornar uma grande nação. Já dizia minha vozinha e sem o menor pudor: "Melhor vagabundo, é vagabundo morto", rsrsrsrsrs, mas não sejamos tão radicais.

Um comentário:

  1. Pois é parece que já foi confirmado que o contrato será rompido. E quanto a SpaceMeta, eu também acreditei e para dizer a verdade até pensei que realmente seria lançado pelo foguete ucraniano, mas depois de todo esse tempo também não acredito mais. E mais uma vez ficamos de fora do pioneirismo...

    abs,
    Felipe Dias

    ResponderExcluir