terça-feira, 5 de maio de 2015

Falando de Programa Espacial Sério...

Olá leitor!

Voltando a falar de Programa Espacial sério e que apresenta resultados, bem diferente do programa conduzido pelo fantoche incompetente José Raimundo Braga Coelho, colocado que foi como presidente da AEB por esta debiloide que está no poder, trago agora para você leitor o vídeo do primeiro teste de lançamento real da espaçonave New Shepard da empresa americana Blue Origin, teste este ocorrido dia 29/04 passado.

Duda Falcão

8 comentários:

  1. Este veículo será utilizado para turismo espacial, com motor BE-3 de 490 kN utilizando como propelente LOX e LH2 este motor foi desenvolvido pela Blue Origin em parceria com a NASA.
    Parabéns Jeff Bezos pela sua fantástica contribuição na conquista espacial.

    Miraglia
    www.edgeofspace.org

    ResponderExcluir
  2. Do jeito que vai o nosso PEB, quando eles colonizarem marte nós estaremos lançando nosso primeiro satélite por meios próprios(e olha que estou sendo otimista).

    Abç,
    Felipe Dias

    ResponderExcluir
  3. Duda,

    Para mim é o caminho mais viável para o PEB. A iniciativa privada atuando. Não dá para esperar a "boa vontade" dos últimos e próximos governos. Caberá a empresas, como a Embraer e outras grandes, encabeçar isso. Mesmo usando tecnologia estrangeira. Capacidade já foi demonstrada, porém se os investimentos não chegam a tempo então que seja um PEB pragmático e que vá agregando as tecnologias conforme as oportunidades de mercado.

    Atenciosamente,

    José Gustavo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro José Gustavo!

      Não existe atividades espacias sem demandas criadas por governos. Iniciativa privada nas atividades espacias só existem significamente graças aos governos de seus países que investem nessas atividades criando demandas.

      Abs

      Duda Falcão
      (blog Brazilian Space)

      Excluir
  4. Esse programa começou em 2006.Talvez esteja caminhando um pouco lentamente. A iniciativa privada (em conjunto com o governo), talvez agilizasse os processos de compras, licitações etc.

    Ageu

    ResponderExcluir
  5. Salve Duda,

    Quis me referir ao desenvolvimento dos projetos de lançadores, acho melhor que fique mesmo na iniciativa privada, em empresas já consolidadas. Mas você está certo, se nem assim o governo ajudar é melhor a gente se preocupar em caçar borboletas ou em que a grapete 2L contribuí com a decadência moral do ocidente!

    Abraço,

    José Gustavo

    ResponderExcluir
  6. Prezado Senhor
    Hoje vi uma foto no portalbrasil, creditada ao ministério da defesa, em que aparece o Veículo Lançador de Microssatélites desenvolvido pelo IEA. O senhor que é bem informado, poderia esclarecer de que se trata, pois até o dia de hoje eu não tinha visto nada de concreto a respeito do VLM.
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Sr. JP. Michel!

      Não achei a foto que o senhor citou (se puder envie para mim), mas certamente deve ser uma maquete. O VLM-1 está ainda bem distante de se tornar realidade. Há não ser que esses energúmenos tenham passado o projeto para ser feito pela industria alemã. Mas mesmo assim não há como ainda ter um VLM-1 pronto. Se o MD disse isto ele está mentindo.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir