Cubesat NanosatC-BR Será Lançado em Nov. de 2012

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (22/07) no blog “SpaceSat” destacando o "Cubesat NanosatC-BR” que está sendo desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) com apoio do Instituto Nacional de Pesquisas espaciais (INPE).

Duda Falcão

Cubesat Brasileiro – NanosatC-BR

Sexta-feira, 22 de julho 2011


O Brasil se prepara para lançar o Cubesat NANOSATC-BR. O projeto esta sendo desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e por estudantes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) do Rio Grande do Sul.

"O NANOSATC-BR contará com dois instrumentos científicos, um magnetômetro e também um detector de partículas de precipitação, para o monitoramento em tempo real do geoespaço, a precipitação de partículas e distúrbios na magnetosfera sobre o território brasileiro para a determinação de seus efeitos em regiões como a da Anomalia Magnética no Atlântico Sul (SAMA, sigla em inglês) e o setor brasileiro do eletrojato equatorial.

Esta anomalia [SAMA] é uma "falha" do campo magnético terrestre nesta região, que fica sobre o Brasil", explica Otávio Durão Coordenador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil. Como conseqüência desta anomalia, há um maior risco da presença de partículas de alta energia na região, que podem afetar as comunicações, os sinais de satélites de posicionamento global (como o GPS), ou mesmo causar falhas de equipamentos eletrônicos como computadores de bordo. O INPE estuda esta anomalia há décadas, contando com vários pesquisadores de renome internacional que, inclusive, participaram da definição da missão e de sua carga útil."

Segundo Otavio Durão , Coordenador técnico do NanosatC-Br e do INPE, o seu lançamento está previsto para novembro de 2012. As freqüências de uplink ( UHF ) e downlink ( VHF ) já foram alocadas pela IARU. A telemetria será em 9k6 BPSK em 145.865 MHz. O projeto esta recebendo apoio da .Associação Santamariense de Radio Amadores - ASRA. O call sign da estação de controle será PY3EB.

O projeto está em pleno vapor.

Foto: NASA - apenas ilustrativa


Fonte: Blog SpaceSat - http://spacesat.blogspot.com/

Comentário: Bom leitor com essa notícia podemos fechar um quadro preliminar dos próximos lançamentos de satélites brasileiros ao espaço, mas ainda utilizando-se de foguetes estrangeiros (50 anos após a criação do PEB), o que infelizmente em nossa opinião é uma completa demonstração do nosso fracasso. O primeiro deles será o “TubeSat TANCREDO-1” da Escola de Ubatuba previsto para o final desse ano ou primeiro semestre de 2012, já o segundo será o “Satélite CBERS-3” do INPE previsto para ser lançado em outubro de 2012, o terceiro será o “Cubesat NanosatC-BR” da UFSM/INPE previsto para novembro de 2012, o quarto será o Microsatélite Universitário ITASAT-1 do ITA e de diversas outras universidades previsto para o primeiro semestre de 2013 e o último será o “Minisatélite Amazônia-1” do INPE previsto para o segundo semestre de 2013, isso é, se não houver mais mudanças nesses cronogramas. Vale lembrar leitor que o último satélite brasileiro lançado ao espaço foi o CBERS-2B em 2007, que, aliás, já não funciona mais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite