FINEP: Plano Inova Telecom

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota escrita pelo companheiro André Mileski e publicada ontem (08/01) no seu Blog Panorama Espacial, dando destaque ao Plano Inova Telecom.

Duda Falcão

FINEP: Plano Inova Telecom

André Mileski
08/01/2014

Em dezembro do ano passado, seguindo o exemplo do Inova Aerodefesa,  a FINEP, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e os Ministérios das Comunicações e da Saúde lançaram uma chamada pública do Plano Inova Telecom, que destinará nos próximos dois anos até R$1,5 bilhão para projetos na área de telecomunicações, inclusive iniciativas envolvendo comunicações via satélite.

O objetivo do programa, que faz parte do plano multiministerial Inova Empresa, lançado em março de 2013, "é apoiar Planos de Negócio que contemplem inovação nas empresas brasileiras do setor, incentivando seu adensamento e ampliando a competitividade". O edital inclui recursos da FINEP (R$ 920 milhões), do BNDES (R$ 500 milhões) e do Ministério da Saúde (R$ 80 milhões).

Uma das áreas temáticas a serem apoiadas pelo Inova Telecom é a de comunicações estratégicas, que compreende o desenvolvimento de soluções tecnológicas nos seguintes campos:

- Infraestrutura para processamento e armazenamento de dados no território nacional, visando garantir a segurança cibernética e a soberania do País;

- Desenvolvimento de appliances para segurança e controle do tráfego de dados em redes de computadores;

- Comunicações via satélite com foco em áreas remotas e aplicações críticas;

- Design e produção de componentes e semicondutores;

- Rádio definido por software;

- Redes de controle de missão crítica.

A depender dos planos de negócios submetidos para análise, o Inova Telecom pode funcionar como uma das fontes de recursos para iniciativas associadas ao projeto do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC).


Fonte: Blog Panorama Espacial - 08/01/2014

Comentários

  1. France-UAE satellite deal shaky after US spy tech discovered onboard

    http://www.spacedaily.com/reports/France_UAE_satellite_deal_shaky_after_US_spy_tech_discovered_onboard_999.html

    Não duvido nada que o mesmo ocorrerá com o satélite de telecomunicações brasileiro!!

    ResponderExcluir
  2. vai acontecer o mesmo com o Brasil, ta na cara!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite