ARR Divulga Seu Cronograma de Lançamento Para 2014

Olá leitor!

O Andoya Rocket Range (ARR) da Noruega finalmente postou em seu site o seu cronograma de lançamento para o ano de 2014 e 2015 (veja aqui).

Segundo esse cronograma já estão confirmadas cinco missões europeias a serem lançadas com foguetes brasileiros da Base de Andoya e de Svalbard em 2014/15, e uma missão de grande porte que esta em consideração para ser lançada em 2015. São elas:

* WADIS 2 - Mai/Jun 2014 - Andoya - 1 VS-30 + 12 Super Loki (pequenos foguetes americanos)

* Maxi Dusty 11 - Jun/Jul 2014 - Andoya - VS 30

* HIFiRE 7 - Ago/Set 2014 - Andoya - VSB-30

* ICI-4 - Out/Nov 2014 - Andoya - VS30/Impr. Orion

* ICI-5 - Nov/Dez 2015 - Svalbard - VS30/Impr. Orion

E uma missão em consideração:

* HIFiRE 8 - Out 2015 - Andoya - VS-40

Pois é leitor, como você mesmo pode notar a falha ocorrida em setembro do ano passado no motor-foguete S-30 do foguete VS-30/Orion da “Operação Scramspace I” não abalou a imagem dos foguetes brasileiros na Europa. Sendo que com essas quatro operações confirmadas pelo ARR e as três operações (veja aqui) já confirmadas pelo Swedish Space Corporation (SSC) para serem lançadas este ano da Base de Esrange na Suécia, passam a ser sete missões europeias a serem atendidas por foguetes brasileiros no ano de 2014.

Duda Falcão

Comentários

  1. O IAE me parece mais uma fábrica de foguetes VSB-30! Para que tantos pesquisadores para sempre fazer a mesma coisa! Cade os novos veículos, novas tecnologias parece que paramos na década de 80, quando esses foguetes foram concebidos!

    Continuo achando que os profissionais nesse instituto como em tantos outros institutos federais estão subutilizados!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Primeiramente o IAE não fabrica nada, quem fabrica são as empresas envolvidas com o VSB-30 e os outros foguetes brasileiros, todas elas sob orientação do IAE. Além do mais, foguetes estão sempre em evolução para se manterem competitivos, portanto as pesquisas continuam. Agora com relação ao número de pesquisadores envolvidos, na realidade eles são poucos e estão em vias de se aposentar sem a devida substituição, o que é um grave problema.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. http://www.zenite.nu/orbita/portugueses-sao-os-que-menos-importancia-dao-a-exploracao-espacial/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial