Satélite SABIA - MAR, Alguém Sabe? Alguém Viu?


Olá Leitor!

Nos dias 22 e 23 de abril de 2009, a convite da presidenta da República Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, o presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, realizou visita de trabalho à Argentina.

O Presidente Lula com a Bela Presidenta Argentina Cristina Kirchner

Na ocasião, ambos os chefes de Estado passaram em revista o amplo espectro da relação bilateral e avaliaram o estado de implementação do Mecanismo de Integração e Coordenação Bilateral Brasil – Argentina.

Abaixo segue o que ficou estabelecido em relação à cooperação espacial entre o dois países:

Cronograma.:

Reunião da Comissão dentro dos próximos 60 dias;

Projeto 4. Cooperação Espacial;

Satélite Argentino-Brasileiro de Observação dos Oceanos:

Confirmar a realização do projeto SABIA-Mar para a observação costeira e oceânica, que terá impacto positivo em áreas como proteção do meio-ambiente, prevenção de desastres ambientais, manejo costeiro, recursos hídricos, oceanografia, uso sustentável dos recursos do mar, meteorologia e mudanças climáticas.

Convidar as indústrias de ambos os países que participem no marco do Programa de Cooperação para o desenvolvimento conjunto de tecnologias avançadas de aplicação espacial assinado entre AEB e CONAE, aplicando a cláusula de reciprocidade adotada nos acordos de cooperação espacial aprovados pelos Congressos de ambos os países.

Instruir que, durante 2009, seja estudado um programa de cooperação e inovação tecnológica espacial entre empresas de ambos os países.

Destacar o comum interesse em desenvolver de forma conjunta uma câmara de infravermelho térmico de nova tecnologia para a provisão dos instrumentos da carga útil da missão do satélite SABIA-Mar.

Reconhecer o satisfatório avanço nas atuais missões conjuntas do satélite: pelo lado argentino, o SAC-D/Aquarius para o estudo dos oceanos, que conta com a participação do Brasil; e, pelo lado brasileiro, a recepção argentina dos dados da missão do satélite CBERS.

Instruir que se dê fomento à ativa participação dos setores industriais e de investigação de ambos os países nos projetos comuns.

Ressaltar a urgente necessidade de identificar as fontes de financiamento para a efetiva materialização do projeto SABIA-Mar, cuja estimativa preliminar de custos será apresentada em maio de 2009
.

No entanto leitor, já estamos em setembro (quase cinco meses depois da visita do presidente e a quase três meses apos o período estabelecido para realização da reunião da comissão bilateral) e se algo foi feito desde abril desse ano, não se sabe, pois a AEB ou o MCT ou até mesmo o Governo, não divulgaram absolutamente nada sobre o assunto.

Infelizmente esse projeto do Satélite Argentino-Brasileiro de Informação sobre Recursos Hídricos, Agricultura e Meio Ambiente (SABIA-Mar), tão necessário pelas razões já apresentadas acima e pelo o incentivo tecnológico que o mesmo trará para as indústrias de ambos os países, é um projeto que se arrasta a mais de 10 anos sem qualquer ação concreta por parte de ambos os governos.

Desde que foi sugerido pela primeira vez por volta de 1996/97 durante uma reunião técnica entre a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) da Argentina e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Satélite Argentino-Brasileiro de Informações sobre Água, Alimento e Ambiente (SABIA³ - como era na época nomeado), não avançou nada além do "Programa de Cooperação" assinado em 1998 (veja aqui www.aeb.gov.br/download/PDF/AcordoArgentina98b.pdf , de um "Protocolo Complementar" assinado em 2005 (veja aqui http://www2.mre.gov.br/dai/b_argt_397_5634.htm), além de varias declarações conjuntas e acordos quadros onde ambos fora incluídos, finalizando até o momento a novela com esse último documento divulgado na visita do presidente Lula a Argentina , ou seja, muito blá-blá-blá político e nada de concreto até agora. Isto é uma vergonha!

O descaso, a falta de foco nesse programa é algo que chega a as raias da incredulidade quando demonstra o quanto o poder público no Brasil é incompetente. Lamentável!

Duda Falcão

Caso o leitor queira conferir na íntegra o documento gerado na Argentina é só clicar no link: http://www.revistafatorbrasil.com.br/ver_noticia.php?not=75259

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial