Novas Missões para o VBS-30 no Brasil e na Suécia


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem 02/09 no blog “Panorama Espacial” do companheiro jornalista André Mileski destacando os próximos vôos do foguete de sondagem brasileiro VSB-30 no Brasil e na Suécia.

Duda Falcão

VSB-30: Final de Ano Agitado

02/09/2009

O final desse ano deve ser agitado para o foguete de sondagem brasileiro VSB-30. Serão realizadas nada menos do que três operações de lançamento, duas a partir do centro espacial de Esrange, próximo a Kiruna, no norte da Suécia, e outra do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), no Rio Grande do Norte.

As missões no exterior, do programa TEXUS (experimentos científicos), são coordenadas pela Swedish Space Corporation, agência espacial alemã (DLR) e EADS Astrium, contando também com a participação de especialistas do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE/CTA). Deveriam ter sido realizadas no meio deste ano, mas acabaram sendo adiadas para novembro.

O programa TEXUS começou em 1977, inicialmente com o foguete britânico Skylark 7. Desde 2005, o foguete brasileiro substitui o veículo britânico, não mais fabricado. O VSB-30 tem apogeu (ponto mais alto que atinge durante o lançamento) de 250 km, e capacidade de transporte de 400 kg.

A missão brasileira, que deve ser realizada entre novembro e dezembro, faz parte do Programa Microgravidade, da Agência Espacial Brasileira (AEB). Inicialmente, deveria ser realizada do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), que por sua dimensão é considerado um centro espacial mais seguro para missões de maior porte.


Fonte: Blog Panorama Espacial - André Mileski

Comentário: Além desses vôos do VSB-30 no Brasil e na Suécia, ainda esse ano está programado outro vôo no Brasil de um foguete americano Improved Orion. Durante a realização da “Operação FogTrein I” no início de agosto, o Coronel-Aviador Ricardo Rodrigues Rangel, Coordenador-Geral da operação disse que talvez a mesma fosse a última operação a ocorrer este ano no CLA, devido à necessidade do aceleramento das obras da plataforma do Veículo Lançador de Satélite (VLS), que já haviam sido iniciadas no Centro de Lançamento de Alcântara. Sendo assim, os vôos do Orion e do VSB-30 seriam provavelmente transferidos para o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), em Natal (RN).

Comentários

  1. Pelo menos na parte de foguetes de sondagem, o Brasil dá lição. Espero que sirva de escada para nossos lançadores de satélites.

    ResponderExcluir
  2. É verdade Ricardo, o VSB-30 é um grande sucesso e fruto do acordo assinado com os alemães da DLR. Lembrando que esse acordo também envolve tecnologia (reentrada atmosférica) que está sendo usada na Plataforma reutilizável SARA que será lançada ao espaço (se tudo ocorrer dentro do planejado) por um foguete VS-40 atualizado ainda em 2010.

    Abs

    Duda Falcão

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial