quarta-feira, 10 de junho de 2015

Reforma na Estação Espacial Internacional

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (10/06) no site “Inovação Tecnológica” destacando que a Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês) está passando por uma pequena reforma.

Duda Falcão

PLANTÃO

Reforma na Estação Espacial Internacional

Com informações da ESA
10/06/2015

[Imagem: NASA]
pela nave Discovery em 2011.

A Estação Espacial Internacional está passando por uma pequena reforma que já gerou um ganho de espaço e um ponto de atracação adicional para naves de carga e passageiros.

O módulo Leonardo - seu nome completo é Módulo Multiusos Permanente - foi deslocado pelo principal braço robótico da Estação do módulo Unity para oTranquility.

A mudança faz parte de uma longa lista de tarefas que irá dotar a Estação de mais espaço para que sua vida útil possa ser prolongada.

Os astronautas irão instalar adaptadores de acoplagem no final deste ano, durante caminhadas espaciais, para poderem receber novos tipos de naves para astronautas e carga.

O braço robótico de 16 metros de comprimento foi comandado a partir da Terra pelos controladores da missão no Canadá (Quebec) e Estados Unidos (Houston), durante uma operação de três horas.

Módulo Leonardo

O módulo Leonardo foi construído e desenhado pela agência espacial italiana ASI, para transportar cargas e equipamentos para a Estação Espacial a bordo dos ônibus espaciais.

Modificado para melhorar a sua proteção e visibilidade para se transformar em laboratório, ele foi ligado permanentemente à Estação em 2011, depois de ter visitado a Estação sete vezes.

O Leonardo foi usado para guardar sacos de carga, material de reserva e comida. Uma prateleira de carga foi reservada para os astronautas, para poderem guardar os seus bens pessoais, como roupa, material de higiene e outros pertences.


Fonte: Site Inovação Tecnológica - http://www.inovacaotecnologica.com.br/

Comentário: E pensar que já fizemos parte deste programa e que por um tempo tivermos a real possibilidade de desenvolvermos um Programa de Microgravidade que trouxesse verdadeiros benefícios ao conhecimento científico e tecnológico de nossa sociedade, e não esta piada atualmente comandada pela nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB) sob a liderança de um presidente fantoche, omisso e conivente com o desgoverno desastroso desta “Ogra” debiloide que está no poder. Enfim... quem planta colhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário