sexta-feira, 12 de junho de 2015

Diretora do CEMADEN Destaca Intercâmbio Com EUA Sobre Desastres Naturais

Olá leitor!

Segue agora uma nota postada ontem (11/06) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) destacando que a diretora do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), Regina Alvalá, destacou intercâmbio com EUA sobre Desastres Naturais.

Duda Falcão

Diretora do CEMADEN Destaca Intercâmbio
Com EUA Sobre Desastres Naturais

Tema foi tratado na Comissão Mista Brasil-Estados Unidos de Cooperação
Científica e Tecnológica, em Washington. Para Regina Alvalá, intercâmbio
realizado subsidia monitoramento de eventos extremos.

Por Ascom do MCTI
Publicação: 11/06/2015 | 10:30
Última modificação: 11/06/2015 | 17:16

Gestão e respostas a desastres naturais foi uma das áreas abordadas nos trabalhos da 4ª Reunião da Comissão Mista Brasil-Estados Unidos de Cooperação Científica e Tecnológica (Comista), em Washington. A diretora substituta do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), Regina Alvalá, destaca os benefícios do intercâmbio realizado.

Pesquisadores e coordenadores do CEMADEN integraram a comitiva do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, e participaram das discussões sobre o assunto.

Um dos cinco grupos de trabalho da Comista abordou o tema de gestão e respostas. O CEMADEN liderou a discussão sobre as prioridades brasileiras para colaboração. As outras foram sobre secas; enchentes, deslizamentos e alertas precoces; risco e resiliência; e socorristas.

O CEMADEN propôs ações para colaboração conjunta com o Serviço Geológico Americano (USGS, na sigla em inglês), que tem experiência há décadas sobre enchentes, deslizamentos e alertas, e, também, com a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), no que se refere ao desenvolvimento de técnicas de estimativas de chuvas intensas.

"Esses intercâmbios são relevantes para subsidiar o monitoramento e modelagem de eventos extremos de tempo e clima, que podem culminar em desastres naturais", destaca Regina Alvalá.

As negociações realizadas pelas delegações dos dois países foram desenvolvidas em cinco grupos de trabalho (GTs), que abrangeram temas como gestão e respostas a desastres naturais, energia renovável e eficiência energética, fontes de luz síncrotron e pesquisas na área da saúde.

Inovação

O CEMADEN também participou do Fórum da Inovação, organizado pelo Conselho de Negócios Brasil – EUA da Câmara de Comércio americana.  Nesse evento, as discussões focaram sobre os desafios e oportunidade de investimentos em pesquisa e desenvolvimento no Brasil e a parceria entre o País e os EUA, em especial para promover inovação no setor de saúde, tema cuja abordagem pode ter relação com desastres naturais.

Texto alterado em 11/6/2015 para correção de informação.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário