Sucessor do Hubble: NASA Traz à Tona Novo Telescópio Que Buscará Vida Alienígena

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia publicada dia (29/08) no site do Sputnik News Brasil, destacando que o novo Telescópio Espacial James Webb, sucessor do Hubble, foi finalmente montado pela NASA.

Duda Falcão

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Sucessor do Hubble: NASA Traz à Tona Novo Telescópio Que Buscará Vida Alienígena (FOTOS)

Sputnik News Brasil
29/08/2019 – 12:43

© Foto: Twitter/Telescópio Webb da NASA

A agência espacial norte-americana finalmente montou seu avançado Telescópio Espacial James Webb, cuja tarefa é buscar vida alienígena e estudar as origens do Universo.

Desde seu anúncio em 2019, o novo observatório espacial da NASA, do tamanho de uma quadra de tênis, tem sido atormentado por atrasos e custos excessivos.

Após dobrar seu custo inicial, o projeto atinge agora aproximadamente US$ 9,7 bilhões (R$ 40,4 bilhões) com um atraso adicional de sete anos no lançamento, previsto para março de 2021.

Toda a estrutura será cercada por um complexo escudo solar dobrável para proteger os instrumentos de alta tecnologia a bordo durante toda a sua vida operacional.


O telescópio espacial mais poderoso e complexo a ser criado pela humanidade atingiu a sua forma final como um observatório totalmente montado. Alcançando um marco importante, os engenheiros conectaram com sucesso as duas metades do telescópio Webb da NASA.

As duas metades da nave foram então fixadas manualmente, mas os técnicos ainda não ligaram toda a eletrônica.

Meta do Avançado Telescópio

Após o lançamento, o telescópio Webb verá o Universo no espectro infravermelho de luz do Lagrange Point 2 - um ponto gravitacionalmente estável no Sistema Solar a aproximadamente 1,5 milhão de km de distância da Terra.

A tarefa desse avançado telescópio é buscar sinais de vida em planetas próximos e estudar as formações das primeiras estrelas e galáxias há cerca de 13,5 bilhões de anos, usando um fenômeno de "lupa galáctica", conhecido como lente gravitacional.

O projeto é liderado pela agência espacial americana com o apoio da Agência Espacial Europeia (ESA) e da Agência Espacial Canadense (ASC).


Fonte: Site Sputniknews Brasil - http://br.sputniknews.com

Comentário: Pois é leitor, parece que finalmente depois de tantos atrasos este fantástico telescópio espacial finalmente irá para o espaço em 2021. Tomara que os americanos consigam mesmo posiciona-lo a 1.5 milhão de km de distancia da Terra como planejado, pois a esta distancia certamente a humanidade fará descobertas muitas mais espetaculares das até agora realizadas pelo Telescópio Espacial Hubble. Isto é, se ele não ficar míope como ocorreu inicialmente com o Hubble.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial