Comunicado Importante

Olá leitor!

Informo que o Blog BRAZILIAN SPACE a partir de agora ficará inativo até o dia 21/09, pois estaremos na noite de hoje saindo de férias pelo ‘velho mundo’, só retornando a República das Bananas na data acima citada. No entanto leitor, neste período estarei respondendo a comentários e perguntas enviadas ao Blog.

Ficaremos na torcida para que nesses próximos dias notícias realmente significativas possam surgir nos bastidores do nosso pífio ‘Patinho Feio’. Saravá meu pai.

Um forte abraço aos meus leitores.

Duda Falcão

Comentários

  1. Boa viagem Duda! Mas não posso deixar de manifestar minha indignação. Arraial do Cabo, Brusque, Bonito, Poços de Caldas, Petrópolis, dentre outras tantas cidades bonitas no Brasil, e vais visitar a Europa? Gastar dinheiro na metrópole? Isto não é muito patriótico. Com todo respeito, acho caipira. Aposto que vais tirar fotos diante da Torre Eiffel, postar no facebook para matar os amigos de inveja. Bem caipira... Mas, bem, fazer o que? Brasileiro é assim mesmo. Boa viagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrsrsrsrs, obrigado Vitcor.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Saravá, boa viagem e que Deus abençoe e guie o nosso país.

      Excluir
    3. Olá Gustavo!

      Valeu amigo. A viagem foi maravilhosa e já estou de volta.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  2. Só para complementar, Duda, sem querer ser chato, mas para defender meu ponto de vista, "De janeiro a dezembro, os turistas internacionais injetaram US$ 5,92 bilhões na economia brasileira, frente aos US$ 5,81 bilhões registrados no mesmo período de 2017. Já os brasileiros, cujos gastos no exterior apresentaram queda entre junho e dezembro de 2018 em relação aos mesmos meses do ano anterior, deixaram US$ 18,2 bilhões nos países visitados ao longo de todo o ano passado. Em 2017, foram US$ 19 bilhões." DEZENOVE BILHÕES DE DÓLARES! http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/12333-ano-de-2018-fecha-com-aumento-nos-gastos-de-estrangeiros-no-brasil.html Se pelo menos a metade deste dinheiro ficasse no Brasil, ao invés de ser gasto majoritariamente nos EUA e França (Miami e Paris - com besteiras, coisas supérfluas), nós teríamos 9 bilhões de dólares a mais na economia, que renderia pelo menos 30% em impostos, ou seja 3 bilhões de dólares, ou 12 bilhões de reais. Em um único ano. Se apenas metade deste dinheiro fosse investido na produção científica, especificamente na área aeroespacial, seriam 6 bilhões de reais por ano! Ou seja, o povo é caipira e não pensa no próprio país. O governo precisa ver isto aí, tá okay?

    ResponderExcluir
  3. Aliás Duda, eu não quero estragar tua viagem! Divirta-se! Que dê tudo certo! Seja feliz! Não é você que vai salvar a ciência Brasileira deixando de ir se divertir "Nazoropa", mas o governo realmente precisa tomar uma providência em relação a isto. É um desperdício de dinheiro. Um ralo por onde se esvai nossas riquezas. Deixamos de pagar impostos, movimentar a economia local, gerar empregos e conhecimento pátrio. O gastos no exterior com turismo deveriam ser limitados ou cobrados sobre eles impostos inviabilizantes, como por exemplo 300%. É um absurdo a caipirice brasileira de deixar de conhecer o próprio país para ir ao exterior... Perdoe-me. Boas férias! Bom passeio! Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Victor!

      Tudo bem contigo? Já de volta a Republica das Bananas. Olha, li atentamente os seus cometários e até compreendo a sua preocupação com a situação do turismo no Brasil e faço dela a minha, porem amigo minha viagem ou a de qualquer brasileiro a Europa ou a qualquer parte do mundo não tem nada haver com essa situação. Fazer turismo em outros países é uma prática de todos os povos (os chineses por exemplo invadiram a Europa nessa minha passagem). O problema brasileiro tem sim haver com o mal gerenciamento do fluxo turístico interno (ainda um pouco melhor) e externo, não só pela falta de competência da venda do produto Brasil por diversos governos federais e estaduais subsequentes (aqui em Salvador, por exemplo, devido há anos de governos petistas vagabundos se fechou 32 hotéis), bem como a imagem ruim da violência nas cidades brasileiras vendida pela imprensa nacional e internacional. Quando eu trabalhava com o turismo aqui em Salvador no inicio dos anos 90, pouco antes do Governo Collor assumir, (fui Guia e Motor Guia e dono de uma locadora de Kombis e Ônibus para agencias de turismo receptivo de Salvador) o governo da época comemorou além do grande turismo interno, o recorde de 5 milhões de turistas estrangeiros no final do ano, um recorde que jamais foi superado (ainda pouco se comparamos com os números do México na época) devido as péssimas administrações que se seguiram. Viajar pelo Brasil Victor (onde conheço muito lugares, principalmente no Nordeste) é um prazer para mim e deverei realizar outras viagem em breve, principalmente pelo Sul e Sudeste do país, porém amigo ir a Europa para mim que gosto muito de história foi a realização de um sonho e um banho cultural muito grande sem precedentes na minha vida (conhecer por exemplo Pompéia foi inesquecível) e jamais esquecerei. Quanto a taxar ainda mais quem faz turismo, seja internamente ou externamente, não é solução para nada, tem sim é que melhorar a venda do produto Brasil, desburocratizar o setor, diminuir a violência, estimular a iniciativa privada investir, para assim gerar uma melhor infraestrutura e empregos diretos e indiretos, visando com isso atender melhor tanto ao turismo interno, como externo, valeu? A esperança é que, no próximo ano, quando se espera que as coisas comessem a melhorar, o Governo Bolsonaro possa caminhar nessa direção.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial