Pesquisadores Propõem Criação de Elevador Espacial Conectando a Terra Com a Lua

Olá leitor!

Segue uma notícia postada dia (30/08) no site “Canaltech” destacando que um grupo de pesquisadores propôs a criação de um Elevador Espacial conectando a Terra com a Lua.

Duda Falcão

Home - Ciência – Espaço

Pesquisadores Propõem Criação de Elevador Espacial Conectando a Terra Com a Lua

Por Daniele Cavalcante
Canaltech
30 de Agosto de 2019 às 10h45

Um grupo de pesquisadores sugeriu uma maneira inusitada de sairmos da Terra e irmos até a Lua: o Spaceline, um tipo de cabo que funcionaria como uma espécie de elevador espacial para que astronautas viagem até a superfície lunar sem precisar de espaçonaves. Se a ideia se mostrar viável, certamente reduzirá e muito o custo das viagens espaciais do futuro.

Essa proposta foi descrita em um artigo publicado por pesquisadores da Columbia University e da Cambridge University. O Spaceline seria conectado de um lado à superfície da Lua, e do outro estaria na órbita geoestacionária da Terra. Assim, os astronautas teriam que apenas voar em um veículo até onde está a “ponta” do cabo, no do espaço. O veículo então se prende a um segundo transporte movido a energia solar, que faz o trajeto ao longo do “elevador”.

O documento afirma que o elevador espacial poderia ser construído com materiais existentes hoje. A estudante de astronomia Emily Sandford destaca no artigo que os nanotubos de carbono seriam o melhor material para usar, mas o problema é que eles ainda não podem ser construídos em grande escala. Só que parece que vários outros materiais existentes podem ser utilizados, então a tarefa nesse quesito é encontrar o mais resistente e que possa ser fabricado em larga escala.

Esse cabo também precisa ficar longe da superfície terrestre. Se ele fosse conectado com o planeta, a força gravitacional e velocidade de rotação da Terra quebrariam o elevador antes que ele pudesse ser concluído. Por isso, ele precisa ser conectado apenas àLua. Os pesquisadores também investigaram vários formatos para o cabo, e concluíram que o ideal seria uma forma bem estreita em cada extremidade, para não colapsar sob pressão gravitacional, e espesso no meio, para evitar que arrebente.


Há outras dificuldades a serem superadas, como o enorme custo que isso vai exigir. "Mesmo em sua forma mais econômica, um cabo com uma largura apenas um pouco maior que uma ponta de lápis, poderia custar bilhões de dólares em material e transporte”, escreveram os pesquisadores. "Mas um preço de um bilhão de dólares não é inatingível — e as possibilidades do que poderia ser feito com essa estrutura podem rapidamente render dividendos".

Também é preciso pensar na possibilidade de danos causados por impactos de meteoritos, pois esmo os muito pequenos poderiam quebrar o cabo no impacto. Os pesquisadores sugerem que o Spaceline pode ser feito de múltiplos fios; assim, caso um se rompa, o elevador ainda se manteria com a força do conjunto todo.

Os pesquisadores imaginam um futuro em que a humanidade usará o Spaceline como um condutor para telescópios orbitais, centros de pesquisa e outras instalações. “Nós poderíamos (cedendo a um pouco de imaginação) pensar em painéis pré-fabricados sendo enviados pelo cabo e montados em uma colônia sempre crescente”, disse Zephyr Penoyre, um dos estudantes de astronomia da Columbia, que fez parte do estudo.

As conclusões completas da pesquisa estão sendo preparadas para serem submetidas à revista Acta Astronáutica, mas você pode ler uma versão preliminar do artigo.


Fonte: Site Canaltech - https://canaltech.com.br

Comentário: Bom leitor, sinceramente eu particularmente acho essa ideia sem pé, nem cabeça, mas tá aí a notícia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial