Rapidinha 3

Olá leitor!

Segundo a “Revista ISTOÉ” o que deveria ser uma reunião de acordo bilateral virou um samba de uma nota só. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, pediu de tudo à delegação russa que veio a Brasília há duas semanas: tecnologia de canhão a laser e armas eletromagnéticas de grande potência e de nanotubos, porém, segundo a revista não ofereceu nada em troca.

Sinceramente espero que o ministro Jobim tenha aproveitado a oportunidade para discutir o acordo espacial em curso com os russos, já que como o blog tem anunciado, o mesmo não parece ir bem das pernas. Vale lembrar que, bem antes do ministro Jobim assumir o cargo, o MD era contrário a assinatura desse mal engenhado acordo com os ucranianos que gerou essa mal engenhada empresa Alcântara Cyclone Space (ACS).

Duda Falcão:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro