segunda-feira, 3 de agosto de 2015

O ITA em Fortaleza

Olá leitor!

Segue abaixo um artigo opinião postado hoje (03/08) no site “O Povo Online” do jornal “O Povo” do Ceará tendo como tema o sonho cearense pela instalação de um braço do Instituto de Tecnologia Aeronáutica (ITA) neste estado nordestino.

Duda Falcão

JORNAL DE HOJE / Opinião

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

O ITA em Fortaleza

O momento, portanto, é de lutar pelo fortalecimento do ITA
em São José dos Campos, para viabilizar a unidade de Fortaleza

Por Domingos Neto
Deputado Federal e
Leônidas Cristino
Deputado Federal
03/08/2015

A instalação de um braço do Instituto de Tecnologia Aeronáutica (ITA) no Ceará é um sonho dos cearenses que identificam o potencial de contribuição da unidade para o desenvolvimento do Estado por meio da ciência, tecnologia e inovação. O ITA em São José dos Campos (SP) foi criado na década de 1940 pelo brigadeiro cearense Casimiro Montenegro Filho, com o objetivo de formar engenheiros de excelência e desenvolver tecnologia aeronáutica.

A iniciativa logrou êxito e trouxe como resultados a criação da Embraer, uma das maiores empresas do Brasil com padrão internacional, e o surgimento do polo tecnológico de São José dos Campos, com investimentos e negócios em inovação e alto conhecimento agregado. Nos dias atuais, estudantes cearenses se destacam no vestibular do ITA, com a conquista da maioria das vagas.

No entanto, poucos destes profissionais, disputados pelas empresas da região Sudeste desde antes de concluir a formação, conseguem retornar a Fortaleza. O ITA em Fortaleza decerto encontraria os melhores cérebros para a alta gerência das empresas locais e empreendedores no campo da ciência de fronteira, além de fornecer a inteligência capacitada para a atração de novos investimentos para o Ceará.

Gestões têm sido feitas no Ceará em defesa do pleito do ITA em Fortaleza, a do engenheiro cearense Telmo Bessa, formado na instituição, a mobilização por parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a atual campanha do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino. Endossamos estas iniciativas e somamos com o pleito, que levamos ao ministro da Defesa, Jaques Wagner, com quem trataremos de novo neste mês de agosto.

O reitor do ITA, Carlos Américo Pacheco, já veio ao Ceará discutir esta interação com a UFC. Existe um processo em curso ao qual viemos somar com apoio político e articulação junto ao governo federal e sociedade civil. 

O momento, portanto, é de lutar pelo fortalecimento do ITA em São José dos Campos, para viabilizar a unidade de Fortaleza.

A superação da crise econômica, a exemplo dos países desenvolvidos diante de desafios semelhantes, se faz com investimentos nos setores de ciência, tecnologia e inovação, os instrumentos para retomada da competitividade e do crescimento econômico sustentável. O conhecimento é também uma ponte para redução dos desequilíbrios regionais. Ao invés da exportação de cérebros, o Ceará pode internalizar essa indústria do saber.


Fonte: Site “O Povo Online” - 03/08/2015

Um comentário:

  1. O que precisamos criar no Brasil é escolas de negócios, a exemplo dos EUA.
    Não adianta criar ITAs pelo Brasil afora se o Governo caga montes para a tecnologia aeroespacial.
    Seria investir em cérebros que vão para fora.
    Ou seja, uma tremenda burrice.

    ResponderExcluir