quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Brasil Recebeu Menção Honrosa na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota da postada hoje (05/08) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que o Brasil recebeu menção honrosa na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica.

Duda Falcão

Brasil é Menção Honrosa na Olimpíada
Internacional de Astronomia e Astrofísica

OBA

Foto: Divulgação/OBA
A equipe brasileira na abertura da 9ª edição da IOAA, na Indonésia.

Brasília, 5 de agosto de 2015 – Os estudantes Carolina Lima Guimarães, de Vitória (ES); Felipe Roz Barscevicius, de Sorocaba (SP); João Paulo Krug Paiva, de Curitiba (PR), e Yassin Rany Khalil, de Primavera do Leste (MT), conquistaram menções honrosas na 9ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA, na sigla em inglês).

O evento, realizado na Indonésia, terminou ontem (4), e as provas foram aplicadas desde o último dia 26 de julho. A equipe nacional foi composta também pelo estudante Pedro Henrique da Silva Dias, de Porto Alegre (RS), e os líderes Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e Eugênio Reis, do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), do Rio de Janeiro.

De acordo com Rojas, o nível das provas foi muito elevado. “O Brasil sempre foi premiado nas olimpíadas de Astronomia. Nossos alunos conseguiram as menções honrosas, ficando à frente de outros países com tradição na competição. Fomos o único país da América Latina a obter premiação”, relata Rojas.

O primeiro lugar geral foi de Joandy Pratama, da Indonésia. O grupo brasileiro terminou na 20ª colocação dentre os 41 países participantes. A próxima edição da IOAA será na Índia em dezembro de 2016.

Participação – Para participar da IOAA, os estudantes da delegação se destacaram na prova nacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Em seguida, foram submetidos a testes pela Internet e uma prova final presencial. Após o processo seletivo, fizeram treinamentos para aprender a operar telescópios, construir foguetes e bases de lançamento.

Para mais informações sobre a OBA, acesse www.oba.org.br.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário