sexta-feira, 24 de junho de 2016

Satélite de Alta Resolução Será Usado na Segurança dos Jogos Rio 2016

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada dia (20/06) no site da “Agência Brasil” destacando que Satélite de Alta Resolução israelense será usado na segurança dos Jogos Rio 2016.

Duda Falcão

Geral

Satélite de Alta Resolução Será Usado
na Segurança dos Jogos Rio 2016

Marcelo Brandão
Repórter da Agência Brasil
Edição: Nádia Franco
20/06/2016 - 20h19 – Brasília

O Brasil terá o apoio de um satélite de alta resolução para reforçar a segurança durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito no último fim de semana pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann.

Segundo o ministro, o satélite possibilitará fiscalizações bastante detalhadas da cidade durante os eventos esportivos.

"Trata-se de um satélite israelense de baixa altitude, com capacidade de definição em até 50 centímetros em um espaço de 450 quilômetros. O satélite é capaz de visualizar e identificar objetos, pessoas, carros, mercadorias”, explicou Jungmann.

O equipamento será usado de forma experimental por seis meses, como complemento da segurança e. futuramente, servirá de apoio na fiscalização fronteiriça, acrescentou o ministro.

Forças Armadas nos Jogos

As Forças Armadas vão designar 38 mil militares para cuidar da segurança dos Jogos Olímpicos do Rio, de 5 a 21 de agosto deste ano. Desse total, 20 mil atuarão na cidade-sede e o restante do efetivo será distribuído entre mais cinco cidades que receberão partidas de futebol masculino e feminino: Brasília, Belo Horizonte, Manaus, Salvador e São Paulo.
A previsão era empregar o efetivo na segurança de fronteiras, instalações dos eventos e escolta de autoridades, deixando o patrulhamento da cidade a cargo das polícias locais.

No entanto, o governador interino do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, pediu ao presidente interino Michel Temer que as Forças Armadas também atuem no no policiamento ostensivo nas linhas Vermelha e Amarela, na Avenida Brasil e no Aeroporto Internacional Tom Jobim.


Fonte: Site da Agência Brasil

Comentário: Pois é leitor após 55 anos de Programa Espacial está é mais uma clara demonstração do fracasso do Programa Espacial Brasileiro. Recebo esta notícia com extrema tristeza, pois tenho certeza que se tivéssemos os recursos que o país teve para investir e se recursou nos últimos trinta anos, e se mudanças na legislação, na operacionalidade e na mentalidade desses governos civis de merda fosse outra, o Brasil hoje não estaria passando por esta situação que inclusive é potencialmente perigosa. Dados leitor, sempre serão dados que na mão de um país tão ligado aos americanos, é um prato cheio que certamente será oferecido sem qualquer cerimonia aos patrícios do TIO SAM. Cada vez mais informações sobre nossas cidades, nossa infraestrutura, nossas fraquezas e por ai vai são oferecidos sem qualquer controle por gente que não enxerga um palmo diante do nariz, ou estão sendo beneficiados com estas ações estapafúrdias e irresponsáveis. Dessa forma quem precisa temer um SGDC da vida???? Kkkkkkkkkk, só mesmo o erário publico do país. Triste.

4 comentários:

  1. Tenho uma ligeira ipressão de que,tal como no caso do pré-sal,eles levarão algum benefício pe$$oal nos bastidores.

    ResponderExcluir
  2. Um regime como o israelense, que massacra os Palestinos, (só no última agressão à Gaza foram assassinado 450 crianças e está virando um pária internacional. O governo ilegítimo de temer,jamais poderia manter relações comerciais com esse regime racista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apoiadíssimo, e pergunto ao Duda, parece estar querendo a volta da ditadura.

      Excluir
    2. Caro Rodrigo Godoy!

      Eu sou a favor de um governo de verdade, que seja conduzido por pessoas realmente comprometidas com o desenvolvimento de nossa sociedade e não com os de seus interesses nefastos como vem ocorrendo com esses populistas de merda. Não importa se o governo seja civil ou militar, importa sim que ele seja competente e que esteja comprometido em construir uma nação desenvolvida. Errar é humano e é com eles que aprendemos. Mas é preciso ter em mente que o erro cometido ocorreu tentando acertar e não por motivos de incompetência dirigida ou outros interesses nefastos. Chega de vagabundos nos governando. Entende? Essa é a minha visão.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir