quinta-feira, 23 de abril de 2015

Satélite CBERS-4A Tem Plano de Trabalho Para Lançamento em 2018

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (20/04) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando a notícia sobre o acordo de construção do Satélite CBERS-4A assinado na segunda-feira (20/04) na sede do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), como já havia sido divulgado no Blog.

Duda Falcão

Satélite CBERS-4A Tem Plano de
Trabalho Para Lançamento em 2018

Coordenação de Comunicação Social

Fotos: Divulgação/INPE
Presidente da AEB, José Raimundo Coelho, e vice-diretor da CNSA,
Wu Yanhua, assinam documentos sobre plano de trabalho do CBERS-4A.

Brasília, 22 de abril de 2015  A Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial da China (CNSA) resolveram, de comum acordo, dar início ao trabalho de desenvolvimento, construção e montagem do SATÉLITE CBERS-4A, sucessor do CBERS-4, lançado em 9 de dezembro de 2014.

A decisão foi tomada na reunião realizada nesta segunda-feira (20), no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), conduzida pelo presidente da AEB, José Raimundo Braga Coelho, e pelo vice-diretor da CNSA, Wu Yanhua.

O encontro de três horas de trabalho teve a participação de 16 representantes chineses e 25 brasileiros.

A reunião também aprovou o relatório de trabalho do CBERS-4A, preparado pelos engenheiros e técnicos do INPE e da Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (CAST, na sigla em inglês).

Comemoração - O CBERS-4A deve ser lançado em 2018, ano em que também serão comemorados os 30 anos da cooperação espacial entre Brasil e China.

O Protocolo Complementar, que dá base jurídica ao CBERS-4A, será assinado pelos governos dos dois países, possivelmente na segunda quinzena de maio próximo, quando virá ao Brasil, em visita de alto nível, uma destacada autoridade do governo chinês. A seguir, o documento será apreciado pelo Congresso Nacional.

Quanto aos satélites CBERS-5 e CBERS-6, que igualmente integram o Plano Decenal de Cooperação Espacial entre Brasil e China, devem ter os estudos de seus projetos concluídos até o final deste ano, conforme ficou decidido na reunião.

A AEB e a CNSA também concordaram em desenvolver outros programas de cooperação no âmbito do Plano Decenal.

Encontro teve a participação de especialistas brasileiros
e chineses envolvidos no programa CBERS.
 
A produção dos satélites CBERS-5 e CBERS-6
também foi tema da reunião no INPE. 


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Pois é, agora que saiu a nota da Agência gostaria de salientar que esta é realmente uma boa notícia. Se existe algo que ainda funciona no PEB (não como gostaríamos é verdade) e que é de suma importância para manter uma certa demanda para as empresas brasileiras do setor, este algo é o 'Programa CBERS". Felizmente está confirmado o desenvolvimento do CBERS-4A que permitirá as empresas brasileiras terem uma sobrevida, mas é preciso dizer que o prazo para o lançamento deste satélite divulgado nesta nota acima (se levarmos em conta a atual e desastrosa condução do PEB e o conhecido desinteresse político pelo mesmo) ainda está no campo da Ficção Científica e dependerá essencialmente da "Ogra" e de seus "companheiiiiros" para ser cumprindo. Sinceramente não acredito nesta possibilidade. Já quanto ao CBERS 5 e 6, rsrsrsrsrsrsrsrs, esta é uma novela que nem o autor ainda foi escolhido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário