domingo, 19 de abril de 2015

Obra do CEMADEN Terá Mais Dois Anos de Prazo

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (19/04) no site do jornal “O VALE”, destacando que a Prefeitura de São José dos Campos (SP) dará mais dois anos de prazo para o Governo Federal construir a sede definitiva do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN).

Duda Falcão

HOME

Obra do CEMADEN Terá Mais Dois Anos de Prazo

Centro de Alerta de Desastres opera provisoriamente no Parque Tecnológico

Xandu Alves
São José dos Campos
April 19, 2015 - 00:44

Foto: Divulgação
Vista das instalações do CEMADEN, no Parque Tecnológico.

A Prefeitura de São José dará mais dois anos de prazo para o governo federal construir a sede definitiva do CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) no Parque Tecnológico, na região leste da cidade, em terreno doado pelo município.

Desde janeiro do ano passado, o centro ocupa provisoriamente um ala do prédio principal do Parque.

A sede permanente será construída em um terreno de 57 mil metros quadrados dentro do Parque, doado pela prefeitura em março de 2013. A lei que permitiu a doação estabeleceu prazo de 18 meses para início das obras, vencido em setembro do ano passado.

Na última quinta-feira, a Câmara aprovou uma nova lei ampliando o prazo para o início da construção da sede do CEMADEN, que passa a ser de 24 meses a partir da aprovação do texto, que será sancionado pelo prefeito Carlinhos Almeida (PT). O prazo de construção é de três anos.

Obra. Em fevereiro de 2014, o governo federal lançou uma licitação para contratar o projeto executivo da obra, que tem custo estimado em R$ 55 milhões. O documento ficou pronto em julho.

“A concorrência para a construção do complexo já está pronta para ser lançada, inclusive já tem parecer emitido pela consultoria jurídica do Ministério da Ciência e Tecnologia”, informou o CEMADEN, em nota.

A obra, contudo, depende de recursos do orçamento federal, que ainda não foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff.

A expectativa do próprio CEMADEN é de que haverá cortes, o que pode prejudicar a construção da sede. “O cenário econômico brasileiro indica que poderá haver cortes”, avaliou o órgão.

Em 28 de fevereiro deste ano, as instalações provisórias do CEMADEN foram inauguradas pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo.

Desastres

Centro Monitora 888 Cidades no País

A sala de situação do CEMADEN monitora, 24 horas por dia, 888 municípios classificados como vulneráveis a desastres naturais, abrangendo uma população estimada em 90 milhões de habitantes. Até o último dia 14, o órgão havia emitido 3.383 alertas, sendo 1.353 apenas no ano passado. Em 2015, já foram 653 avisos. O CEMADEN foi criado em 2011.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 19/04/2015

Comentário: Certo leitor, mas porque será que o Governo Federal não cumpriu o prazo anterior? Será por que os recursos estavam aplicados em Cuba e em outros desatinos desta debiloide? Com a palavra a “Ogra” e seus ‘companheiiiiiros’.

Nenhum comentário:

Postar um comentário