terça-feira, 28 de abril de 2015

Grupo de Trabalho Divulga Previsão Climática Para o Trimestre

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (28/04) no site da “Agência Espacial Brasileira (AEB)”, destacando que o “Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal (GTPCS)” do “Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)” divulgou a previsão climática para o trimestre (maio, junho e julho).

Duda Falcão

Notícias

Grupo de Trabalho Divulga Previsão
Climática Para o Trimestre

MCTI


Brasília, 28 de abril de 2015 A previsão do clima para os meses de maio, junho e julho é de chuva abaixo da média nas regiões Norte e Nordeste. Nas regiões Sudeste e Centro-Oeste tem início o período mais seco do ano. Na região Sul, a previsão é de aumento de chuva para o trimestre.

Os dados são do Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal (GTPCS) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que se reuniu, nesta segunda-feira (27), no Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), em Manaus (AM).

O GTPCS divulga hoje (28) uma nota técnica com os dados. De modo geral, o documento ressalta irregularidades na distribuição temporal e espacial da chuva a partir de maio.

Com relação à temperatura, o relatório mostra níveis acima dos valores normais para maior parte do país. As incursões de massas de ar frio devem se tornar mais frequentes, podendo causar acentuado declínio da temperatura e ocorrência de geada em regiões serranas, especialmente sobre o centro-sul.

Participam do GTPCS as principais lideranças na área de previsão climática do país. Entre elas, estão pesquisadores do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTec) e do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) e do INPA.

A cada mês os especialistas se reúnem para traçar prognósticos para o trimestre seguinte. O objetivo é dar subsídios aos tomadores de decisões sobre o cenário climático que se aproxima.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário