Satélite Amazônia começa a ser integrado e testado na Índia

 Olá, leitor!

Depois de realizadas com sucesso as etapas de transporte, de inspeção e de instalação dos sistemas que compões o Amazonia-1 e os demais equipamentos de apoio e suporte no Prédio de Preparação de Satélites da ISRO (Organização Indiana de Pesquisa Espacial), em SHAR - Sriharikota - India, a equipe do Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe) integrou a Plataforma Multimissão e a carga útil do Amazonia-1.

Imagem: Satélite Amazônia-1 (Divulgada em mídias sociais do Engenharia Espacial do Inpe)

Depois do procedimento de integração dos dois módulos principais, operação que exige muito cuidado cuidado o satélite está agora definitivamente montado. Após o satélite foi ligado e testado, não tendo sido identificado nenhum problema ou anomalia decorrente do processo de transporte do Brasil à Índia. 

O Amazônia-1 ainda vai passar por novos testes e procedimentos e em fevereiro próximo entrará na fase final de preparação para o lançamento.

Essa é uma notícia boa de início de ano e estamos na torcida para que o Amazônia-1 siga bem e seja lançado nominalmente, como tem acontecido em todas as etapas que estamos acompanhando.

Rui Botelho
(Brazilian Space)

Comentários

  1. Podemos lamentar muito o que podíamos e não fizemos, sabemos; mas o Amazonas é um Baita Feito, uma Escola, um cavalo puro sangue nacional, podemos sonhar que podemos muito mais, AVANTE AMAZONAS !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos todos na maior expectativa. Parecia que este projeto não seria uma desilusão. Será um bomcomeço para 2021, assim esperamos.

      Excluir
  2. Olá leitores do BS!

    Quero aqui publicamente parabenizar ao Dr. ADENILSON SILVA e equipe por esse grande feito, graças a sua dedicação e a dos integrantes de sua equipe, dando finalmente um final feliz (já que não depende deles o lançamento do satélite) a está novela que parecia sem fim. Avante Amazonia-1.

    Duda Falcão

    ResponderExcluir
  3. Amazônia-1 já é um sucesso! Parabéns a toda a equipe

    ResponderExcluir
  4. Apesar da demora e dos muitos percalços o projeto foi concluído e esperamos que seu lançamento seja exitoso. Trágico, triste, desalentador mesmo é ver um projeto ser cancelado já na fase final omo foi o caso do VLS.

    ResponderExcluir

Postar um comentário