Aluno do ITA Publica Artigo Inédito em Revista Internacional

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (21/11) no site do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), destacando que aluno do instituto publica artigo inédito em revista internacional.

Duda Falcão

Notícias

Aluno do ITA Publica Artigo
Inédito em Revista Internacional

Divisão de Comunicação Social
21/11/2017


O Tenente Engenheiro Luiz Henrique Lindquist Whitacker, Instrutor do Departamento de Turbomáquinas da Divisão de Engenharia Mecânica do ITA, teve os resultados de seu Trabalho de Graduação (TG) aprovado e publicado em periódico internacional, Aerospace Science and Technology (Elsevier), de classificação da CAPES - QUALIS A1, com alto fator de impacto na comunidade acadêmica. O trabalho teve a Orientação do Prof. Dr. Jesuino Takachi Tomita, Chefe do Departamento de Turbomáquinas do ITA.

O trabalho é de grande importância e interesse na área de motores foguete que utilizam turbobombas, por se tratar de uma publicação inédita no mundo, no qual foi determinada, numericamente, a influência da folga de topo da turbina hidráulica do booster de oxigênio líquido (LOX) do motor do Space Shuttle – antigo ônibus espacial reutilizável da NASA, usado como transporte de astronautas e como veículo lançador de satélite – sobre as características de operação da turbina, envolvendo a sua eficiência.

O 1º Ten Eng Lindquist explica em seu trabalho que grandes veículos lançadores têm seus sistemas de propulsão baseados em Motores Foguete a Propelente Líquido equipados com turbobombas. Estas turbobombas são maquinas rotativas complexas que fornecem alta potência, vazão mássica e altas pressões no sistema do motor para atingir os requisitos de empuxo, conforme requisitos do ciclo termodinâmico do motor foguete.

Motores de altíssimo empuxo necessitam de sistemas secundários de turbobombas chamados boosters. Estes sistemas possuem bombas e turbinas, menores, e sua principal função é aumentar a pressão do fluído na entrada das turbobombas principais, sobretudo para ajudar a evitar a ocorrência do fenômeno de cavitação.

As características do escoamento, bem como a variação da eficiência da turbina para diferentes rotações, foram determinadas para três valores de folga de topo associados à porcentagem de altura das pás da turbina: 3,0%, 5,5% e 8,0%. Foram utilizadas técnicas baseadas em determinação de desempenho de turbomáquinas, via Meanline (1D) e Computational Fluid Dynamics (CFD, 3D).

Os resultados das simulações numéricas, seguindo a metodologia desenvolvida no presente trabalho, foram consistentes com os dados experimentais da NASA, podendo assim ser estendidos para os estudos e pesquisas relacionados a outras turbinas hidráulicas axiais.

O artigo é resultado de um trabalho integrado, que começou no Programa de Iniciação Científica (IC), do 4º para o 5º anos da Graduação em Engenharia Aeroespacial no ITA, e continuou sendo objeto de estudo do aluno também no Estágio Curricular e no Trabalho de Graduação (TG), ambos no 5º ano. O mesmo tema também se estendeu no Programa de Mestrado do Ten. Eng. Lindquist, finalizado em 03/2017.

Estão sendo preparados outros artigos, considerando a turbina do booster com 2 e 6 estágios. Os resultados já foram obtidos. Foram necessárias centenas de horas de CPU do cluster de computadores do Departamento de Turbomáquinas do ITA, utilizando-se de técnicas de High Performance Computing (HPC), nas simulações envolvendo a determinação numérica das equações gerais da mecânica dos fluidos (continuidade, Navier-Stokes e energia). Além disso, cálculos do escoamento turbulento 3D, considerando escoamento multifásico, já estão sendo realizados no Departamento de Turbomáquinas do ITA, para melhor investigação e entendimento das características do fenômeno da cavitação na turbomáquina e seus efeitos no desempenho da turbina hidráulica axial do booster de LOX do Space Shuttle.

O presente artigo científico, resultado de um TG que teve o seu primeiro passo no Programa de IC do ITA, reforça a necessidade e a importância da participação de alunos da Graduação do ITA no programa de IC. Ao final, o produto do esforço, persistência e perseverança não se limita apenas à conquista da publicação do artigo em periódico internacional de alta circulação, mas principalmente à formação de recursos humanos altamente qualificados, à sociedade. Para acessar a publicação, clique neste link.


Fonte: Site do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)

Comentário: Muito bem eu parabenizo o Tenente Engenheiro Luiz Henrique Lindquist Whitacker pela conquista pessoal e pelo reconhecimento internacional nessa área de turbobombas para motores foguetes líquidos. Entretanto leitor, vamos falar sério. Eu pergunto qual a motivação da Aeronáutica brasileira para estimular a formação de um profissional como este? O Motor-Foguete Liquido L75 em desenvolvimento no IAE é uma piada é caminha para virar peça de museu antes mesmo de ser usado. Além disso, na atual conjuntura politica não há esperança nenhuma de que o conhecimento adquirido nesta área venha ser usado algum dia pelo Brasil e isto pode fazer com que esses profissionais formados (civis e militares) debandem para outros programas espaciais do mundo ou procurem outras funções profissionais, resultando em perda de tempo, de recursos públicos e demonstrado uma vez mais a nossa estupidez e falta de foco. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial