Brasil Quer Liquidar Empresa Com a Ucrânia Após Fracasso de Foguete

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada ontem (21/09) no jornal “Folha de São Paulo” destacando que o Brasil quer liquidar empresa com a Ucrânia após o fracasso do projeto.

Duda Falcão

CIÊNCIA

Brasil Quer Liquidar Empresa Com a
Ucrânia Após Fracasso de Foguete

Por Isabel Fleck
Enviada Especial à Nova York
21/09/2017 – 21h51

O governo brasileiro quer liquidar a empresa binacional ACS (Alcântara Cyclone Space), formada com a Ucrânia para o lançamento de foguetes do país com satélites comerciais da base de Alcântara, no Maranhão.

Em 2015, o governo federal decidiu cancelar o acordo bilateral para o lançamento dos satélites, depois que os dois governos gastaram aproximadamente R$ 1 bilhão na empreitada fracassada.

"A empresa tem que ser liquidada, né? No próprio acordo que firmamos com a Ucrânia se prevê a forma de liquidação do Brasil e da Ucrânia. Nós não podemos continuar com uma empresa inativa com uma despesa mensal. É preciso de prazo para isso", disse o chanceler brasileiro, Aloysio Nunes, após se encontrar com o homólogo ucraniano, Pavlo Klimkin, em Nova York.

Segundo Aloysio, é preciso "ver o que se gastou, o que está pendente". "Como receberemos a vista do ministro do Comércio ucraniano em outubro, ele irá já com uma posição sobre como eles querem lidar com isso", disse Aloysio.


Fonte: Site do Jornal Folha de São Paulo - 21/09/2017

Comentário: Pensei que o processo de liquidação desse desatino já havia se iniciado há muito tempo, mas pelo visto o povo brasileiro continua pagando pelo maior erro do Programa Espacial Brasileiro (PEB) em toda a sua história. Desastre pré-anunciado gerado exclusivamente por interesses políticos no primeiro Desgoverno LULA, este acordo jamais deveria ter sido assinado, apesar do apelo da comunidade científica na época, mas esses vermes populistas merda brincam de fazer programa espacial desde o Desgoverno do Fernando Collor e o utilizam como peça de manipulação em prol de seus interesses nefastos quando oportunidades surgem, ou quando são criadas para dar sustentação as suas necessidades políticas nada benéficas a nação. Este, por exemplo, foi o caso desse desastroso acordo Brasil/Ucrânia. Gostaria aqui de agradecer ao nosso leitor Bernardino Silva pelo envio dessa notícia.

Comentários

  1. Mesmo porque a Ucrânia já não dispõe de capacidade tecnológica para cumprir o acordo e nem pode comprar motores do R-36 na Rússia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes