segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Senado Vai à São José dos Campos Discutir o Setor Aeroespacial

Olá leitor!

Segue abaixo uma interessante nota postada hoje (19/09) no “Blog SindCT Espacial” destacando que o Senado irá a São José dos Campos discutir o Setor Aeroespacial.

Duda Falcão

Senado Vai à São José dos Campos
Discutir o Setor Aeroespacial

Redação SindCT
Shirley Marciano
19 de setembro de 2016

Senador Lasier Martins, Presidente da CCT.

No dia 7 de outubro, a partir das 14h, acontece no Parque Tecnológico de São José dos Campos o 2° Ciclo de Palestras da Comissão de Ciência e Tecnologia nos Estados. O evento-- promovido pelo Senado junto à parceiros locais --será dividido em duas mesas temáticas, nas quais terão um palestrante e um grupo de debatedores em cada uma. O Senador Lasier Martins, presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), fará abertura do evento e acompanhará a apresentação durante toda a tarde.

Na Mesa 1, o palestrante será Carlos Henrique de Brito Cruz, Diretor Técnico-Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Ele vai tratar do tema: "Avaliação panorâmica dos investimentos e respectivos impactos da Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil". Para debater o assunto, Anderson Ribeiro Correia, Reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), representando o Ministério da Defesa; José Raimundo Braga Coelho, Presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB); e Leonel Fernando Perondi, Diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Na Mesa 2, que vai abordar o " Caso São José dos Campos: Polo Aeroespacial", contará com a palestra de Osman Cordeiro, Secretário de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia do município de São José dos Campos. E, debatendo com ele, Marcelo Sáfadi Alvares, representando o Diretor do Parque Tecnológico de São Jose dos Campos; Paulo César de Souza e Silva, Presidente da Embraer, representando as empresas do setor Aeroespacial; e o Deputado Federal Eduardo Cury, membro da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática  (CCTCI) da Câmara e ex-prefeito de São José dos Campos.

Sempre ao final dos blocos o público poderá fazer perguntas. 

Horário
Palestrante/foco
Mesa 1
14h00 - 14h15
Abertura: Senador Lasier
14h15 - 14h35
Palestrante 1 (20 minutos):
Dr. Carlos Henrique de Brito Cruz, Diretor Técnico-Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Tema: Avaliação panorâmica dos investimentos e respectivos impactos da C, T & I no Brasil.
Abordagens
1) Programas nacionais e estaduais de maior impacto no fomento à pesquisa e inovação;
2) Principais vantagens, gargalos e desafios para inovar e competir no cenário atual;
3) Indicadores de conversão de papers em patentes;
4) Indicadores de conversão de patentes em negócios e inovação;
5) Percentual de retorno do investimento em C, T & I.
14h35 - 15h10
Debatedores (10 a 15 minutos cada)
1) Dr. Anderson Ribeiro Correia - Reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica  (ITA), Representante do Ministério da Defesa;
2) Dr. José Raimundo Braga Coelho - Presidente da Agencia Espacial Brasileira  (AEB);
3) Dr. Leonel Fernando Perondi - Diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais  (INPE).
15h10 -15h45
Perguntas e respostas da  plateia mesa 1 (3 perguntas e 4 respostas com 2 minutos para cada pergunta e 3 minutos para cada resposta (18 a 25 min no total)
Mesa 2
15h45 - 15h50
Abertura da mesa: Senador Lasier Martins -  
15h50 - 16h20
Palestrante 2 (20 minutos)
Osman Cordeiro, Secretário de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia do município de São José dos Campos. 
Tema: Caso São José dos Campos: Polo Aeroespacial
Abordagens:
O processo de instalação do cluster aeroespacial de São José dos Campos – atores relevantes, o processo de implantação, desdobramentos e impactos; perspectivas futuras (gargalos e perspectivas); possibilidades de replicação do modelo para outras regiões brasileiras; o que podemos aprender?
16h20 - 17h05
Debatedores (10 a 15 minutos cada) 
1) Marcelo Safadi Alvares, representando o Diretor-Geral do Parque Tecnológico de São Jose dos Campos;
2) Paulo César de Souza e Silva, Presidente da Embraer, representando as empresas e indústrias aeroespaciais brasileiras;
3) Deputado Federal Eduardo Cury - membro da CCTCI da Câmara e ex-prefeito. 
17h05 - 17h40
Perguntas e respostas plateia mesa 2 (3 perguntas e 4 respostas com 2 minutos para cada pergunta e 3 minutos para cada resposta (18 a 25 min no total)
17h40 - 18h00
Conclusões e agradecimentos:  Lasier Martins


Fonte: Blog SindCT Espacial - http://sindctespacial.blogspot.com.br

Comentário: Olha leitor, se este evento tivesse a participação do Poder Executivo com a presença do Presidente TEMER participando ativamento das Mesas Redondas, ai sim seria algo significativo, mas como não será assim, para mim isto não passa de outra palhaçada, mais um evento de conversa fiada para boi dormir. O que precisamos é de ação e não de debate. Já existem diversos estudos, inclusive oficias, apontando os problemas e soluções para se resolver os entraves de nosso Programa Espacial de Brinquedo (PEB), basta o governo seguir as orientações destes estudos e fazer as modificações necessárias, ter comprometimento e cobrar resultados. O resto é conversa fiada e uma clara demonstração de que ninguém quer de fato resolver o problema. Triste.

3 comentários:

  1. Reuniões,viagens,discursos,almoços,jantares,declarações,fotos,entrevistas,propostas,opiniões,cerimônias,acordos...

    ResponderExcluir
  2. Pois é , Unknown , tudo o que você citou custa muito dinheiro , mas
    foguete de verdade (V.L.S )até agora , nada, só foguetinho .

    ResponderExcluir
  3. Reuniões,viagens,discursos,almoços,jantares,declarações,fotos,entrevistas,propostas,opiniões,cerimônias,acordos... e o resultado de tudo isso são;
    .
    59 anos que o Brasil nunca lançou um Satélite na Órbita
    da Terra!.
    .
    55 anos que o Brasil nunca lançou um Foguete Sub-Orbital e Orbital tripulado!.
    .
    milhões e milhões foram gastos nesses anos todo e nada de que a Nação se sinta satisfeito.

    ResponderExcluir