segunda-feira, 19 de setembro de 2016

China Will Share Space Development Benefits With All Countries

Hello reader!

It follows a note published today (09/19), in the website www.spacedaily.com, noting that China will share space development benefits with all countries.

Duda Falcão

DRAGON SPACE

China to Share Space
Development Benefits With All

By Staff Writers
Beijing (XNA) Sep 19, 2016

File image

China will share the benefits of the development in its manned space program with all countries, especially developing countries, a space program official said Wednesday.
China will also expand international cooperation on equipment research and development, space application, astronaut training, joint flight and aerospace medical care, said Wu Ping, deputy director of the manned space engineering office, at a press conference.

China has signed multiple cooperation agreements with countries such as Russia, Germany and France, and organizations including the European Space Agency (ESA) and the United Nations Office for Outer Space Affairs, according to Wu.

"We have always insisted on conducting international exchanges and cooperation on the basis of mutual respect, equality, mutual benefit and transparency, jointly promoting the progress and development of space technology," she said.

At the press conference, Wu said China will launch its Tiangong-2 space lab at 10:04 p.m. Thursday.

Tiangong-2's payload includes POLAR, a collaboration between ESA and Chinese institutions to study gamma ray bursts. A Sino-French research project on astronaut cardiovascular function will also be conducted via the space lab.

In July, Chinese astronaut Ye Guangfu participated in an advanced underground training course organized by the ESA in Italy.

"We are willing to work with all countries [...] to make contributions to peacefully use space and create benefits for mankind," Wu said.



Comentário: Bom leitor esta é uma interessante notícia e o Brasil não pode perder esta oportunidade, não há mais tempo, precisamos definir se queremos ou não um Programa Espacial de verdade ou se continuaremos com fantasias e palhaçadas como as audiências públicas relacionadas com o tema. É preciso agir, meter a mão na massa, transformar o PEB em um Programa de Estado conduzido com eficiência e dinamismo por uma politica espacial compromissada e bem elaborada. Precisamos de nosso Veiculo Lançador com urgência, sem dúvida nenhuma, mas também não há mais como adiar o inadiável, ou seja, o mundo caminha para o espaço e o Brasil precisa formar o seu ASTRONAUTA CORPS (ou deveria dizer BRAZONAUTA CORPS presidente Cassio, rsrsrsrs?), sendo esta oportunidade, aliada a grande experiência adquirida pelo nosso astronauta Marcos Pontes, de fundamental importância para o nosso futuro no espaço e como nação com voz ativa nas questões de ondem planetárias, principalmente porque (vale lembrar) já existe um programa oficial de dez anos conduzido pelos dois países. Não é verdade Sr. Braga Coelho????

3 comentários:

  1. enquanto houver brasileiros admirando os feitos de Hollywood e sendo papagaios dos E.U.A. e deixando o Brasil sendo governado por Corruptos , nunca chegaremos ao nível da China ou Rússia, os Brasileiros não dão valor nem a língua que tem , não dão valor a Nação que tem , vocês acham que eles vão dar algum valor ao PEB ?
    .
    um país que vende a Vale do Rio Doce
    .
    um país que entrega o Campo de Libra a nações Ricas
    .
    um país que compra 5 refinarias em outros países e deixa de construir refinarias aqui no Brasil.
    .
    um país que acha melhor escrever e falar uma língua de outro país e esquecer sua língua.
    .
    um país como o Brasil , não pode ser de 1° mundo e não pode ter um PEB de verdade.

    ResponderExcluir
  2. Muito estranha essa notícia. A China, que sempre foi imperialista, agora resolveu ajudar os barnabés do mundo. Só se for para enviar astronautas para experiências no espaço. Há muita informação que pode ser utilizada para fins militares e essas, com certeza, estarão de fora dessa bondade. Inclua-se aí veículos lançadores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcio, a tecnologia de se extrair Óleo e Gás no Pré-Sal a uma lâmina d`água de +/- 2.500 mts. e de profundidade a partir do solo marinho de +/- 7.500 mts que o récord é da Petrobras do Brasil, não fica a dever a mesma tecnologia de se lançar um Foguete ao espaço , Orbitar e lançar um simples Satélite ou até mesmo lançar um Foguete Sub-Orbital e/ou Orbital tripulado em uma base de lançamento aqui mesmo no Brasil, mas isso a FAB , AEB , DCTA acham que é a coisa mais difícil do Universo ! " claro que tem muita Máfia nisso tudo " , então vamos esperar a boa vontade deles , 2018 está chegando, vamos ver se o VLM vai funcionar ou se vai dá Xabú novamente como deu o VLS no passado.

      Excluir