quarta-feira, 27 de junho de 2018

Comunicado Conjunto Sobre Cooperação Espacial Brasil-EUA

Olá leitor!

Segue abaixo o Comunicado Conjunto Sobre a Cooperação Espacial Brasil-EUA postada hoje (27/06) no site do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

Duda Falcão

NOTA 220

Comunicado Conjunto Sobre
Cooperação Espacial Brasil-EUA

MRE
27 de Junho de 2018 - 08h11

Por ocasião da visita a Brasília, no dia 26 de junho de 2018, do Vice-Presidente dos Estados Unidos da América, Mike Pence, foram discutidas oportunidades para expandir a cooperação bilateral em áreas estratégicas, entre elas o espaço exterior. Em audiência do Presidente Michel Temer ao Vice-Presidente Pence, que preside o Conselho Nacional do Espaço dos Estados Unidos, tratou-se especificamente de tópicos pertinentes à cooperação Brasil-EUA para os usos pacíficos do espaço exterior.

Nessa perspectiva, o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América:

- reafirmam seus respectivos apoios a atividades que elevam o grau de conhecimento sobre o espaço exterior e melhoram seu desenvolvimento pacífico, o que é de seu interesse mútuo e contribui para a prosperidade de ambos os países e do mundo;

- consideram que benefícios serão obtidos por ambos os lados a partir do avanço nas atividades da cooperação nos usos pacíficos do espaço exterior, tais como missões espaciais tripuladas, ciências espaciais e iniciativas comerciais e civis na área espacial;

- reconhecem a crescente importância das atividades espaciais e saúdam os recentes esforços com vistas a robustecer esse setor em seus respectivos países, tais como o estabelecimento do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro e o restabelecimento do Conselho Nacional do Espaço dos Estados Unidos;

- recordam a entrada em vigor, no dia 3 de abril de 2018, do novo Acordo-Quadro entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América sobre a Cooperação dos Usos Pacíficos do Espaço Exterior;

- comprometem-se a promover a continuidade do relacionamento mutuamente benéfico nesse campo no futuro, através de instrumentos que favorecem iniciativas conjuntas de cooperação no espaço exterior;

- saúdam, também, os entendimentos entre a Agência Espacial Brasileira e a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos na cooperação no projeto relativo à Observação Preventiva da Cintilação (SPORT), que tem por fim estudar fenômenos ionosféricos que causam transtornos à rede do Sistema de Posicionamento Global (GPS) e aos sistemas espaciais de comunicação.

Brasília, 26 de junho de 2018.


Fonte: Site do Ministério das Relações Exteriores (MRE) - http://www.itamaraty.gov.br

Comentário: Pois é, tá ai leitor, e agora, o que você acha?

5 comentários:

  1. Esse comunicado não esclarece nada ou estou enganado? Precisa de comunicado conjunto a nível de governo para publicizar acordo quadro e convenios de observação ionosferica? Qual o motivo de não ter nada sobre Alcântara que provavelmente foi o tema principal da conversa? Fiquei boiando.

    ResponderExcluir
  2. Hola Duda Falcao

    ¿Tienes conocimiento de cuanto es el presupuesto anual actual de AEB y si ha subido en los últimos años?

    El último dato que sale en la wikipedia es de 100 Millones de dólares, un poco más bajo que el de Argentina con Conae...

    El otro día estuve leyendo sobre los nuevos submarinos Brasileños de fabricación propia donde han invertido muchos miles de millones, y leyendo tu post sobre el nuevo contrato para Avibras, y sus misiles y cohetes militares...

    ¿Crees que Brasil en un futuro una vez renovada parte de su ejército pueda subir sustancialmente el presupuesto de AEB?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Sr. Erick Hernandez Rivera!

      No amigo, el valor exacto no sé, pero ciertamente el presupuesto disminuyó mucho.

      Lo que puedo decirle es que realmente hoy la CONAE tiene un presupuesto mayor que nuestra AEB, y esta situación viene siendo muy debatida aquí en Brasil.

      En cuanto a lo que creo si en el futuro Brasil, después de renovar parte de su ejército, irá o no aumentar sustancialmente el presupuesto de la AEB, le diría amigo que, con la elección del Presidente Bolsonaro y la elección de él del astronauta Marcos Pontes para el ministerio de C & T, yo no tengo la menor duda y eso. Ahora sí mejores días para el PEB están por venir.

      Saludos desde Brasil

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  3. Clipping de notícia dos palácio do planalto não é a melhor fonte de informações sobre este assunto. De qualquer forma, decisões tão sérias como esta, que envolvem nossa soberania, não deveriam ser tomadas nos seis meses finais de um governo tão conturbado como o atual.

    ResponderExcluir
  4. Certamente esses acordos espúrios de uso pacífico do espaço com o Brasil têm o mesmo efeito do acordo de não proliferação de armas nucleares. Enquanto o sr. Trump anuncia orgulhosamente a criação da Força Espacial, um sexto ramo das Forças Armadas do país, nós aqui abdicamos mais uma vez da nossa defesa. É simplesmente inacreditável.

    ResponderExcluir