terça-feira, 18 de outubro de 2016

Planetário de Brasília Inaugura Exposição do Veículo de Sondagem Brasileiro

Olá leitor!

Segue abaixo mais uma nota esta postada hoje (18/10) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que o Planetário de Brasília inaugurou exposição do veículo de sondagem brasileiro VSB-30.

Duda Falcão

Planetário de Brasília Inaugura Exposição
do Veículo de Sondagem Brasileiro

Coordenação de Comunicação Social – CCS
18/10/2016

Fotos: Valdivino Júnior – CCS/AEB
Governador do DF, presidentes da AEB e da Fibra e
secretário adjunto de Ciência e Tecnologia do DF
abrem exposição do VSB-30 no Planetário de Brasília.

A réplica do Veículo de Sondagem Brasileiro – VSB-30 – cedido pela Agência Espacial Brasileira (AEB) para exposição, na área externa do Planetário de Brasília, foi inaugurada na segunda-feira (17.10), às 19h.  A cerimônia faz parte da abertura das atividades da 13ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) do Distrito Federal, que este ano acontece em diversos locais da cidade.

Com a presença do governador do DF, Rodrigo Rollemberg, do presidente da AEB, José Raimundo Braga Coelho, do presidente da Federação das Indústrias do DF (Fibra), Jamal Jorge Bittar, do diretor do Planetário, Airton Lugarinho, e do secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Marcelo Aguiar, foram declaradas abertas as atividades que vão mudar o ritmo de vida do brasiliense de 17 a 23 de outubro.

Quem vai ao Planetário se depara com o grande foguete que faz parte do Programa Espacial Brasileiro. O foguete brasileiro com 12,7 m é um veículo utilizado em missões suborbitais de exploração do espaço que transporta cargas úteis científicas e tecnológicas, de até 400 kg, em ambiente de microgravidade, na faixa de 250 km de altitude.

Previsto para ser lançado em novembro deste ano, o VSB-30 vai levar oito experimentos científicos e tecnológicos em ambiente de microgravidade. O foguete com as mesmas características da réplica exposta no Planetário de Brasília será lançado do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão.

O governador Rodrigo Rollemberg  falou das ações do Programa Espacial no desenvolvimento do Brasil e da Semana Nacional criada em 2004, quando esteve envolvido com as ações e investimentos destinados ao desenvolvimento da ciência e tecnologia no DF. Nessa época Rodrigo era secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia.

O presidente da AEB, José Raimundo, ressaltou a importância da parceria entre a Agência e o GDF, por meio do Planetário de Brasília. “Essa união entre a AEB e o planetário é uma excelente oportunidade para promovermos atividades educacionais voltadas para as crianças. O trabalho em conjunto é um esforço para mostrar a relevância da ciência e tecnologia no desenvolvimento do país”, afirmou.

AEB na Semana Nacional – Quem passar pelo Planetário poderá participar das atividades de confecção de foguete de garrafa pet e de carrinho foguete. As duas oficinas ensinam a prática de experimentos associada ao conceito teórico da área espacial e à realização de atividades pedagógicas que facilitam o aprendizado científico.

Além das oficinas, a AEB Escola vai distribuir a cartilha Colorindo e Aprendendo, dobraduras do Satélite de Coleta de Dados (SCD), Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (CBERS), Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), do Nanossatélite Sepens, sigla para Sistema Espacial para Realização de Pesquisa e Experimentos com Nanossatélites e dobraduras do Rover – carrinho robótico.

O público também pode conferir a exposição de painéis com fotos de satélites do programa espacial brasileiro. As crianças terão a oportunidade de conhecer o boneco Cosminho (inflável) personagem da cartilha Colorindo e Aprendendo, e também a mostra de Mock ups, réplicas das roupas usadas pelo astronauta, Marcos Pontes, em sua ida ao espaço.

SNCT 2016 - Com o tema “Ciência alimentando o Brasil”, a SNCT tem o objetivo de aproximar a população da ciência e da tecnologia e realizar atividades de divulgação científica. Sob a coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), as atividades da SNTC acontecem em todo o país e são gratuitas.

Presidente da AEB ressalta importância do Programa
Espacial e fortalecimento de parceria com o GDF.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Veja você neste exemplo leitor há que ponto nos chegamos, e também uma das razões do porque o PEB não avança, isto é, se é que você é mesmo um bom observador. Note que tiraram fotos de todos os políticos e do Zé Ninguém, mais na foto de quem deveria ser a estrela da festa, ou seja, da réplica do foguete, quase nada se vê. Enquanto leitor os holofotes e os méritos estiverem sendo virados e creditados as pessoas erradas, o PEB continuará não passando de uma grande fantasia. Lamentável.

6 comentários:

  1. A melhor forma para estimular o interesse pela ciência é dando exemplos de impacto - por exemplo, colocando um satélite em órbita. No nosso caso, infelizmente, não dá para esperar muito. Espero muito que a Operação Rio Verde seja um sucesso e venha acompanhada de ampla divulgação e um bom marketing. Aí sim, com uma boa campanha, belas imagens e músicas épicas, meu amigo, a coisa vira mágica e atrai a atenção de todos - adultos e crianças. Claro, ajudaria bastante se nossa mídia alienante e emburrecedora abrisse uma exceção para a divulgação. Isso sim é inspirador e alcança a todos - muito melhor que livrinho para colorir. Mas nossos políticos não são sérios e nunca houve, fora dos governos militares, um interesse real pelo nosso programa espacial. Só jogo de cena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcio!

      Parabéns amigo, em poucas palavras você disse tudo. Eu creio que a "Operação Rio Verde" será um sucesso e se tivesse em torno da mesma um marketing forte, poderia realmente atrair o interesse da Sociedade. Porém Marcio, o que poderia alavancar um apoio e estimular o desenvolvimento das atividades espacias no Brasil seria o lançamento de um satélite do Brasileiro por um foguete nacional, isto sim impactaria muito junto a Sociedade, mas a verdade é que esta cada vez mais difícil disto acontecer.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Olá, Duda. Sim, quando disse "colocar um satélite em órbita" me referi a um lançador e satélite nacionais, como há muito, mas muito tempo mesmo se almeja - pelo menos no papel e nos discursos. Ainda em relação ao marketing da Operação Rio Verde, não sei se alguém aqui neste blog tem condições de levar PESSOALMENTE essa sugestão para a AEB, Ministério da Defesa, IAE, CLA ou FAB, mas peçam para que selecionem as melhores imagens e divulguem!!! Mostrem o foguete no espaço. Música, gente, música épica. Tem que ser épica, grandiosa, para inspirar o povo e ajudar a mudar essa cultura da mediocridade!!! Afinal, se trata de propaganda de governo, oras. Mudar as mentes. Não se muda mentes colorindo livrinho do “Cosminho”. O VSB-30 tem que parecer maior do que é. Uma operação de sucesso com boas imagens e um bom marketing é tudo o que esse maldito governo gostaria nesse momento em que está sendo testado pela sociedade. Alguém aqui pode dar esse empurrãozinho? Mandei essa sugestão para alguns sites dos órgãos competentes, mas não sei se serão levados adiante. Seria melhor se a coisa fosse pessoal.

      Excluir
  2. para o PEB funcionar 100% , 1° a AEB precisaria descobrir o FOGO , a RODA e a ESCRITA !, então quando isto acontecer poderemos ter a graça de ver um Foguete Orbital Brasileiro tripulado ou não , lançando ou não um Satélite, grande coisa, parece Impossível o BRASIL fazer tal coisa, que já foi feito em 1957 e 1961 , no Século XX.

    ResponderExcluir
  3. ***** Boa Noite !,Brazilian Space,Duda Falcão, você(s) sabem alguma informação sobre um lançamento programado para 2016 do VSB-30....... V11.... xx.xx.2016.....Sub-Orbital..... Alcântara...... da Operação MICROG 2 ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Stone Vox!

      O que sei é que carregará 8 experimentos científicos e tecnológicos (já abordados no Blog) e que a missão esta prevista para ser realizada agora em novembro, talvez ainda na primeira quinzena.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir