Escola de Ensino Médio e Fundamental do Ceará Enviará Sondas ao Espaço

Olá leitor!

Vejam vocês como são as coisas. Apesar do Programa Espacial Brasileiro (PEB) estar sem rumo sob a coordenação de um Agencia Espacial que é uma tremenda piada e comandada por um completo banana, iniciativas individuais de profissionais do setor como a Missão Lunar Garatéa-L da USP/AIRVANTIS, ajuda a incentivar no campo da educação outras iniciativas de grande valor, até mesmo no Ensino Médio.

Pois então, estudantes apaixonados por ciência e tecnologia da escola de ensino fundamental e médio “Ari de Sá Cavalcante”, da bela e ensolarada Fortaleza, capital do Ceará, resolveram contribuir com o esforço da galera da missão lunar da USP, e assim se integraram ao projeto da Missão Garatéa-E, uma das missões predecessoras da Missão Lunar Garatéa-L.

Alguns dos membros das equipes Gleiser I, II & III.

O objetivo principal da jovem galerinha cearense é desenvolver três sondas leves denominadas de CanSats e PongSats, para assim serem lançadas no dia 05/06/2017 (certamente apenas uma previsão) a bordo do balão de alta altitude da Missão Garatéa-E, lançamento este que ocorrerá na Escola de Engenharia de São Carlos da USP, em São Carlos (SP), tendo como meta atingir uma altitude máxima de 30km e temperaturas perto de -80ºC.

Segundo foi divulgado, nos últimos meses esses jovens vem trabalhado incansavelmente (em conjunto com os seus professores) para criarem algo realmente único e que tenha um valor científico e simbólico para a Ciência Brasileira, afinal, não é todo dia que estudantes de 12 a 17 anos mandam sondas para o espaço

Batizadas de Gleiser I, II e III (em homenagem ao astrônomo brasileiro Marcelo Gleiser), as sondas estão sendo desenvolvidas nos Laboratórios de Ciência e Física do colégio, e terão, respectivamente o volume de uma lata de refrigerante comercial e de bolinhas de tênis de mesa (veja as figuras abaixo), contendo vários experimentos biológicos com sementes de plantas exóticas de várias partes do mundo, micro-organismos vivos, além de experimentos de Física com ênfase em ondulatória, e diversos sensores para estudar a alta atmosfera terrestre e as condições de voo.

Fonte: ESERO Ireland e JP Aerospace
Da esq. para dir: Cansat do Escritório Europeu de
Educação Espacial e o PongSat da JP Aerospace.

Porém leitor nem tudo são flores, afinal fazer ciência espacial neste país tendo a frente esta Agencia de Brinquedo descompromissada e incompetente, não é nada fácil, e não seria diferente com esta iniciativa.

Acontece leitor que esses jovens então precisando arrecadar R$ 6.500,00 para concretizarem esta missão, e convenhamos trata-se de um valor irrisório que muito bem poderia ser integralmente doado por uma empresa do próprio Estado do Ceará, e fica aqui o meu apelo.

No entanto leitor, a fila anda e com ela o tempo passa. Diante disto, não podendo esperar um milagre, a equipe da missão lançou uma campanha de doação na net que pode ser acessada pelo link: https://www.catarse.me/gleiser?ref=ctrse_explore_featured&project_id=53478&project_user_id=729777

O Blog BRAZILIAN SPACE parabeniza aos jovens cearenses pela sua iniciativa e ficará na torcida pelo sucesso de vocês.

Aproveitamos para agradecer a nossa leitora colaboradora Mariana Fraga pelo envio desta fantástica notícia.

AVANTE GLEISER I, II E III

Duda Falcão

Comentários

  1. Esses padrões de miniaturização de tecnologias espaciais é por onde iremos conquistar a educação tecnológica espacial no ensino básico. Eu esperava que o CanSat fosse a tecnologia primordial, mas não conhecia antes esse PongSat. Espero ter novidades ao Brazilian Space quanto ao projeto que estou idealizando com alguns alunos do ensino médio, de CanSat a até mini-foguete; os meninos estão querendo desafios (rs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Brehme!

      Esperarei com ansiedade por essas notícias amigo e quem sabe seus alunos possam um dia participarem do Festival Nacional de Minifoguetes em Curitiba, já que lá a competição é aberta.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Olá Duda.

      Quanto a mini-foguete, não espero resultados tão a curto prazo, mas em CanSats logo logo encaminho notícias ao seu portal de notícias.

      Excluir
    3. Ok Brehme!

      Fico no aguardo por notícias.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022