quarta-feira, 29 de abril de 2015

Russia to Continue Development of Nuclear Engine For Deep Space Flights

Hello reader!

It follows a note one published on the day (04/29) in the website “Space Daily” noting that Russia to continue development of Nuclear Engine For Deep Space Flights.

Duda Falcão

ROCKET SCIENCE

Russia to Continue Development of
Nuclear Engine For Deep Space Flights

By Staff Writers
Sputnik News
Moscow Apr 29, 2015

File image.
Russia will continue its plans to create a nuclear engine for deep space flights, according to the country's 2016-2025 Federal Space Program.

A number of news agencies earlier said that Roscosmos was apparently planning on closing down its work on creating a megawatt-class nuclear engine meant for deep space flights.

According to the Federal Space Program, the creation of the nuclear engine is scheduled for 2029-2030.

The Russian Federal Space Program will include a number of other ambitious projects such as a moon exploration program, which will send a manned mission to the Earth's natural satellite, and the construction of a super-heavy rocket needed to send spacecraft beyond Earth's orbit.

It is expected to be submitted to the government by June 10, 2015.

According to Roscosmos, the budgetary requirements for the Space Program through 2025 will be approximately $37 billion.


Source: WebSite Space Daily -  http://www.spacedaily.com/

Comentário:  Pois é leitor, curiosamente no Brasil o Instituto de Estudo Avançados (IEAv) do Departamento de Ciência, e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) vem desenvolvendo o Projeto TERRA (Tecnologia de Reatores Rápidos Avançados), projeto este de propulsão nuclear espacial coordenado pelo Dr. Lamartine Nogueira Frutuoso Guimarães, que foi entrevistado pelo BLOG em abril de 2013. (veja aqui). O problema aqui é se este projeto terá continuidade ou não com o atual agravamento do PEB? E caso sim, como este projeto será conduzido, ou seja, a toque de caixa ou com dinamismo? Enfim... na Rússia parece que não haverá falta de compromisso , já no Brasil...

2 comentários:

  1. Quanto ao Projeto TERRA, o IEAV lançou editais para bolsa de estudos para mestrado e doutorado. Assim como também para o projeto HIPER.

    http://www.ieav.cta.br/CPPG_IEAv/pg-cte-bols.php

    flw

    ResponderExcluir
  2. O desenvolvimento de um rebocador espacial, seja ele nuclear elétrico ou solar elétrico para missões de espaço profundo deveria ser um programa de cooperação entre NASA, ESA e Roskosmos, mas pelo andar da carruagem, com a falta de rumos da NASA, a falta de dinheiro dos Russos, a falta de coragem dos europeus e a falta de uma solução para o problema na Ucrânia, tudo não passará de idéias.

    ResponderExcluir