segunda-feira, 6 de abril de 2015

O Instituto de Estudos Avançados (IEAv) e o Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) Iniciam Nova Campanha de Voos Para Monitorar Radiação Cósmica a Bordo de Aeronaves

Olá leitor!

Segue uma nota postada ontem (01/04) no site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv) destacando que este instituto e o Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) iniciaram nova campanha de voos para monitorar Radiação Cósmica a bordo de aeronaves.

Duda Falcão

O Instituto de Estudos Avançados (IEAv) e o
Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV)
Iniciam Nova Campanha de Voos Para Monitorar
Radiação Cósmica a Bordo de Aeronaves

01/04/2015

O Instituto de Estudos Avançados (IEAv), por meio do Laboratório de Dosimetria Aeroespacial (LDA), coordenado pelo Dr. Cláudio Antonio Federico e, com o apoio do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), iniciou mais uma campanha de voos para o monitoramento da radiação cósmica incidente em aeronaves. Estas campanhas possuem a finalidade de monitorar a radiação (fluxo, espectro e dose) incidente em aeronaves e em tripulações, que é produzida pela radiação cósmica na atmosfera terrestre. Esta nova campanha se iniciou em 19 de fevereiro e já teve a realização de três voos.

A incidência de radiação cósmica é modulada pelo ciclo solar e pode sofrer perturbações devido a fenômenos como tempestades solares e perturbações no campo magnético terrestre. O espaço aéreo brasileiro está sujeito a uma anomalia magnética denominada Anomalia Magnética do Atlântico Sul (AMAS), que pode afetar a forma com que estas radiações penetram o campo magnético terrestre nesta região. O entendimento das correlações entre estes fenômenos e sua implicação na incidência de radiação em aeronaves em voo faz parte do estudo, que conta com o apoio dos projetos ERISA (Efeitos da Radiação Ionizante em Sistemas Embarcados, (http://erisa.ieav.cta.br) e DRIEAB (Dosimetria da Radiação Ionizante no Espaço Aéreo Brasileiro), ambos do IEAv e financiados pelo CNPq.

Um dos objetivos adicionais deste estudo é obter dados que possam ser utilizados também para validar simulações computacionais da propagação da radiação cósmica na atmosfera terrestre, que estão sendo desenvolvidos em conjunto com o Departamento de Física do ITA. A radiação cósmica incidente nas aeronaves pode ocasionar o acúmulo de dose de radiação, representando um risco em potencial para as tripulações, sistemas e dispositivos eletrônicos embarcados. As capacidades de simulação e de previsão deste tipo de fenômeno são estratégicas para a previsão do comportamento de dispositivos e sistemas avançados nestes ambientes aeronáuticos.

Simulador Antropomórfico.
Contador Proporcional Tecido Equivalente.
Contador Proporcional com sensor sensível para nêutrons.
Espectrômetro de Transferência Linear de Energia.


Fonte: Site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

Um comentário:

  1. Eita! Um androgeno com maminhas cilindricas. Deve ser uma tentativa de atrair extraterrestres aqui onde nao cai nem pedregulhos espaciais.

    ResponderExcluir