terça-feira, 22 de setembro de 2015

VLM-1 em 2018? Será Mesmo?

Olá leitor!


Em contato hoje (22/09) com um dos mais sérios e respeitáveis profissionais do Programa Espacial Brasileiro (PEB), foi passado a mim a seguinte impressão sobre  a palestra intitulada "O VLM - Veículo Lançador de Microsatélites, Seu Estágio Atual de Desenvolvimento e Perspectivas", ministrada que foi pelo gerente do projeto, o Major Fábio A. de Almeida (DCTA/IAE), durante a realização da recente Assembleia Geral da Associação Aeroespacial Brasileira (AAB).

A palestra foi muito boa e passou confiança. O expositor deu a impressão de ser um bom gestor e de que sabia do que estava falando, com ponderação e equilíbrio. Mas isto não é suficiente para garantir o prazo do primeiro lançamento no final de 2018. No entanto, a forma de tocar o projeto com as parcerias, participação da indústria e forma de gestão dos recursos, me parece muito boa. O prazo é que parece aqui ser a questão, não necessariamente a conclusão do projeto. O que é diferente do que foi para o VLS.”, disse o profissional do PEB que consultei.

Bom leitor, segundo a impressão deste profissional o problema agora não é a incerteza da conclusão do projeto do VLM-1, e sim quando o mesmo será realmente concluído. Isto me faz lembrar com preocupação de uma matéria de julho de 2010 postada aqui no blog (veja aqui), onde inclusive achamos na época que a informação divulgada nesta matéria de que o lançamento do primeiro do VLS-1 - Veículo Lançador de Satélites (e não VLM) ocorreria até o ano 2022, quando então o país estará completando o bicentenário de sua independência, só podia ser uma tremenda gafe, pois se fosse verdadeira, demonstraria a clara intenção do desgoverno petista de empurrar a questão do acesso ao espaço com a barriga, fazendo promessas que não tinha intenção de cumprir, como aliás vem fazendo desde que o humorista LULA assumiu o poder, seguindo o mesmo exemplo dos desgovernos civis anteriores.

O curioso leitor é que está claro que a gafe realmente aconteceu, mas na realidade não quanto ao prazo e sim na divulgação pública do mesmo pelo então “Secretario de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE)” do Desgoverno LULA, o ministro Samuel Pinheiro Guimarães, tanto que desde então jamais voltou a ser comentada publicamente, sendo substituída pelas promessas anuais divulgadas pelos meios de comunicação do país dos esperados voos tecnológicos do VLS-1 que jamais ocorreram.

Em outras palavras leitor, esses vermes vem divulgando ações que jamais tiveram a intenção de cumprir, fazendo a Sociedade Brasileira de besta, e o resultado está ai, e nada, absolutamente nada, garante que será diferente com o Projeto do VLM-1. Não é mesmo Sr. Braga Coelho?

Duda Falcão

Nenhum comentário:

Postar um comentário