quarta-feira, 16 de setembro de 2015

ISS Colocará em Órbita Dia 17/09 o Nanosatélite SERPENS-1

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota da postada ontem (15/09) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que a Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês) colocará em órbita nesta quinta-feira (17/09) o nanosatélite SERPENS-1.

Duda Falcão

Estação Espacial Internacional Coloca
em Órbita Nanossatélite Nacional

Coordenação de Comunicação Social-AEB

Ilustração: Concepção artística do SERPENS em órbita

Brasília, 15 de setembro de 2015  O satélite nacional de pequeno porte SERPENS – sigla para Sistema Espacial para Realização de Pesquisa e Experimentos com Nanossatélites – está programado para ser injetado em órbita na manhã desta quinta-feira (17) a partir da Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês).

De acordo com a Agência Espacial do Japão (JAXA) o lançamento deve ocorrer entre 8h e 11h30 no horário de Brasília. A colocação do SERPENS em órbita será feita pelo Japanese CubeSat Deployer (JSSOD), dispositivo de lançamento do modulo de pesquisa  ”Kibo”.

O SERPENS, desenvolvido por um consórcio acadêmico coordenado pela Agência Espacial Brasileira (AEB), chegou a ISS no último dia 24 de agosto transportado pelo veículo japonês de abastecimento HTV5. Em órbita ele receberá uma série de dados que serão enviados por diversas plataformas de coleta de dados instaladas em diversos pontos do território. Essas informações estarão disponíveis para retransmissão para estações receptoras no Brasil e em outros países.

O principal objetivo do Projeto SERPENS é a capacitação de recursos humanos e a consolidação dos novos cursos de engenharia espacial brasileiros. Além da Universidade de Brasília (UnB), participam também do projeto as universidades federais do ABC (UFABC), de Santa Catarina (UFSC), de Minas Gerais (UFMG) e o Instituto Federal Fluminense (IFF).

Do exterior, fazem parte a Universidade de Vigo, da Espanha, a Sapienza Università di Roma (Itália) e as norte-americanas Morehead State University e California State Polytechnic University.

Atividades – A integração do satélite e os testes adicionais, etapas desenvolvidas a partir de fevereiro último, foram realizados no Laboratório de Integração e Testes (LIT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), com a participação e acompanhamento de técnicos, engenheiros e estudantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que participaram do projeto e desenvolvimento do também pequeno satélite ITASAT.

O SERPENS é o terceiro CubSat nacional a ser colocado no espaço, sendo o segundo a ser lançado do laboratório espacial. O primeiro foi o AESP-14, desenvolvido em parceria entre o ITA e o INPE.

Essa primeira missão do projeto SERPENS é coordenada pela UnB, mas a proposta é que as instituições que formam o consórcio se revezem na liderança. Pelo cronograma aprovado, a UFSC será responsável por encabeçar o desenvolvimento do SERPENS 2.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Bom leitor a sorte está lançada. Tomara que os alunos envolvidos neste projeto tenham mesmo conseguido resolver os problemas de coordenação e de projeto deste satélite, afinal se há algo que o nosso Patinho Feio está mais precisando neste enlameado de descasos, estupidez, omissão, incompetência e boicote desgovernamental é apresentar algum resultado positivo de nossas atividades espaciais para Sociedade Brasileira. Vale lembrar que além do lançamento do SERPENS-1, a única outra realização de positivo do PEB prevista para 2015 será o lançamento do SARA Suborbital 1 em novembro próximo. Muito pouco para uma Nação com as nossas necessidades e pretensões, porém dentro de nossa realidade se levarmos em conta os debiloides irresponsáveis e estúpidos que estão destruindo o país. Os próximos pequenos satélites brasileiros da lista previstos para serem lançados em breve são o ITASAT-1, o 14-BISat e o Tubesat Tancredo-1. Avante SERPENS-1

Nenhum comentário:

Postar um comentário