segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Certificado de Tipo do VSB-30 Modelo V07 é Assinado Pelo IFI

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (28/08) no site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), destacando que o foguete VSB-30 brasileiro recebeu nova certificação do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI).

Duda Falcão

Certificado de Tipo do VSB-30
Modelo V07 é Assinado Pelo IFI

Publicada em 28/09/2015 - 09:59
Atualizada em 28/09/2015 - 10:20

Foi assinado esta semana pelo diretor do IFI (Instituto de Fomento e Coordenação Industrial), Organismo de Certificação Espacial, por delegação da AEB (Agência Espacial Brasileira), o certificado de tipo do VSB-30 modelo V07.

Após o recebimento do certificado de tipo do VSB-30 modelo V01, em outubro de 2009 , algumas modificações foram implementadas, com êxito, nos lançamentos subseqüentes. As principais modificações implementadas no VSB-30 V07 em relação ao VSB-30 modelo V01 foram: Mudança de “lay-out” do Módulo Dianteiro do Primeiro Estágio; Mudança de “lay-out” do Módulo Dianteiro do Segundo Estágio; Implementação do Dispositivo Mecânico de Segurança acionado manualmente (DMS-M), nos sistemas de ignição dos motores do primeiro e segundo estágios; Utilização do Módulo de Segurança do PIR (Propulsor Impulsor de Rolamento) para retirada das calhas; Mudança do iniciador do ignitor dos motores do primeiro e segundo estágios; Mudança do material do corpo do ignitor dos motores do primeiro e segundo estágios; e Mudança de material das proteções térmicas rígidas dos motores do primeiro e segundo estágios.

Pode-se dizer, resumidamente, que certificar um produto é o processo pelo qual o Organismo Certificador avalia e assegura que o produto está em conformidade com os requisitos relativos à segurança e ao cumprimento da missão.     A certificação é a proteção legal, confiança na operação do produto e no cumprimento da missão. Os benefícios alcançados com a certificação são muitos. Alguns benefícios: gestão do conhecimento - enriquecimento do acervo da documentação do VSB-30 devido à elaboração dos documentos exigidos pela certificação para a comprovação dos requisitos e de segurança, além dos comumente gerados na gestão do projeto; qualidade do produto - rigorosa exigência do Órgão Certificador na comprovação dos processos e dos requisitos técnicos e funcionais melhora a qualidade do produto; redução de riscos – consequente contribuição da certificação na redução dos riscos em todas as fases do projeto e na operação do sistema VSB-30; e cultura organizacional - a cultura da Certificação Espacial desenvolvida e adquirida pelo IAE e pelo IFI, pode ser aplicada a todos os projetos da Subdiretoria de Espaço do Instituto de Aeronáutica e Espaço.

Muitas equipes do IAE e do IFI estiveram envolvidas durante todo o processo de Certificação do VSB-30. O IAE destaca e agradece àqueles que se comprometeram e perseveraram, e fizeram acontecer.

O VSB-30 É UM SUCESSO NACIONAL



Fonte: Site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)

Comentário: Pois é leitor, apesar de todo descaso do desgoverno da “DebiOgra” e da já reconhecida e certificada internacionalmente qualidade e confiabilidade deste foguete brasileiro, o IAE conseguiu manter desde a sua primeira certificação um processo de atualização constante do modelo já certificado, coisa que ocorreu também com VS40 (hoje denominado de VS40M) e creio também com o VS30, foguetes estes ainda não certificados. Isto vem demonstrar leitor que apesar de COLLORS, ITAMAS, HENRIQUES, LULAS, e DEBIOGRAS da vida, e todo mal que esses vermes causaram e ainda causam ao PEB nessas quase três décadas, os profissionais do IAE realizaram com compromisso a sua missão, colocando o Brasil entre as nações que dominam a tecnologia de produção e lançamento de foguetes suborbitais. Parabéns ao IAE e ao IFI.

2 comentários:

  1. olá Duda falcão.. gostaria de saber, hoje como esta o Programa Cruzeiro do Sul com a Rússia ?
    não vimos mais noticias desse projeto ?

    abraço amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rohip!

      Não há mais essa coisa de Programa Cruzeiro do Sul. Até mesmo o seu idealizador e coordenador, o Dr. Paulo Moraes Jr., infelizmente faleceu em 2014. Os únicos veículos lançadores desse programa que ainda estão nos planos do IAE são o Beta e o Gama, mas na atual conjuntura política não passam de pura ficção científica.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir