segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Thelma Krug, do INPE, é a Vencedora do Prêmio Faz Diferença 2015 na Categoria Sociedade/Sustentabilidade

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (25/01) no site do “Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)” destacando que a pesquisadora do instituto, Dra. Thelma Krug foi a vencedora do “Prêmio Faz Diferença 2015” na categoria Sociedade/Sustentabilidade.

Duda Falcão

Thelma Krug, do INPE, é a Vencedora
do Prêmio Faz Diferença 2015 na
Categoria Sociedade/Sustentabilidade

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2016

Cientista e responsável pela área de cooperação internacional do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Thelma Krug venceu o Prêmio Faz Diferença 2015 na categoria Sociedade/Sustentabilidade. O prêmio é uma iniciativa do jornal O Globo, com o patrocínio da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan), para homenagear os brasileiros que com seu trabalho, exemplos e criatividade se destacaram ao longo de 2015.

Desde 2003, todos os anos o Faz Diferença reconhece o esforço e o talento de pessoas que, em diferentes áreas de atuação, contribuíram para fazer o país e o mundo melhores. Os vencedores da edição de 2015 foram anunciados pelo jornal O Globo neste sábado (23/1).

Primeira brasileira no comando do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), da ONU, ao qual foi eleita vice-presidente em outubro de 2015, Thelma Krug fez seu doutorado na Universidade de Sheffield, Inglaterra, na área de estatística espacial, e possui várias publicações em diversos temas relacionados à mudança do clima.

Pesquisadora do INPE desde 1982, Thelma Krug trabalhou também como secretária adjunta da Secretaria de Políticas e Programas em Ciência e Tecnologia do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e secretária nacional da Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA). Há 15 anos apoia tecnicamente o Ministério de Relações Exteriores (MRE) nas negociações da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, com foco no setor de uso da terra, mudança do uso da terra e florestas.

Em entrevista ao jornal O Globo, Thelma Krug ressaltou que o Brasil, através do INPE, atua na capacitação internacional para o monitoramento por satélite de florestas tropicais, tecnologia essencial na implantação de políticas para REDD – Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação em Países em Desenvolvimento. O monitoramento do desmatamento na Amazônia feito pelo INPE é reconhecido internacionalmente por sua excelência e pioneirismo.

“Queremos compartilhar o conhecimento sobre a Amazônia para que esses países possam cuidar da vegetação com as mesmas ferramentas”, disse a pesquisadora do INPE. Confira aqui.

Os vencedores em cada uma das 17 categorias foram escolhidos por jornalistas do Globo, pelos eleitos no ano passado e por meio de uma votação popular realizada no site do jornal. A cerimônia de premiação do Faz Diferença 2015 acontecerá em março. Durante a solenidade, os vencedores receberão um troféu e serão homenageados por seus trabalhos.

Mais informações sobre o Prêmio na página http://eventos.oglobo.globo.com/faz-diferenca/2015/

Foto Edilson Dantas
Thelma Krug é pesquisadora do INPE desde 1982.


Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário