quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Acorde Desta Fantasia

Olá leitor!

Mais um ano em nossas vidas e a esperança dos otimistas de plantão (que não é o meu caso) se renovam quanto à mudança de postura do desgoverno desta debiloide inconsequente perante o nosso “Patinho Feio”, mas a verdade é que, se não houver alguma grande surpresa, pouco ou nada ocorrerá de significativo nas atividades espaçais brasileiras no ano de 2016.

Não há verbas, não há motivação, não há profissionais em número suficiente, não há dinamismo legislativo, não há interesse político (compromisso) e sobra incompetência, falta de brasilidade e estupidez administrativa.

Caro leitor, vamos falar sério, o presidente da AEB é um completo de um banana, um tremendo fantoche colocado no cargo por ser conivente ao desgoverno desta debiloide, coisa que em um país sério chamais ocorreria.

Hoje pela manhã navegando na net encontrei um artigo intitulado “Sugestão - Programa Brasil 2016 -Potência Espacial" de minha autoria, escrito ainda na época em que realmente acreditava na possibilidade de conduzirmos um Programa Espacial apesar da mentalidade política em vigor, artigo este publicado no Blog em 26 de dezembro de 2011 e replicado em alguns sites e blogs através da net.

Hoje relendo este artigo (uma sugestão factível feita por mim ao desgoverno desta debiloide no final de 2011) vejo o quanto fui ingênuo em acreditar que algo assim fosse possível no Desgoverno da DILMA, mas em minha defesa posso dizer que mesmo não tendo votado nela, mesmo não acreditando que fosse fazer um governo no mínimo razoável, mesmo achando que a má vontade política com PEB pudesse ser um problema, algo de positivo ocorreria ajudando ao Programa dar mais um passo, coisa que realmente ocorreu (e foram vários), mas todos eles passos para trás.

Na verdade mesmo sabendo que a DILMA era uma estúpida petista convicta (diferente do seu mentor, um humorista oportunista), jamais me passou pela cabeça que ela tivesse problemas mentais, ou seja, que fosse uma pessoa que precisa de ajuda psicológica, e pior, burra e teimosa feita uma mula, mas que infelizmente para nós tem o poder na mão, um erro que irá nos custar anos de atraso em nosso desenvolvimento.

O leitor pode agora estar se perguntando: "Mais e aí Duda, o que você acha que de concreto acontecerá em 2016?" Bom eu lhe diria leitor que fora a possibilidade de lançamento ao espaço dos pequenos satélites (14-BISat, NanosatC-BR2, ITASAT-1 e Tancredo-1), da realização da Missão do foguete do 4º Anuncio de Oportunidade (AO) do Programa Microgravidade de nossa Agencia Espacial de Brinquedo (AEB), e dos voos de foguetes brasileiros além mar, muito pouco ou quase nada será concretizado nas atividades espaciais brasileiras em 2016.

O leitor pode então retrucar dizendo: Mas Duda, se assim for, isto por si só já não faria este ano um dos mais exitosos da história do PEB? Ora caro amigo leitor, vamos falar sério. O Programa Espacial Brasileiro completará 55 anos de atividades em 2016. Acorde desta fantasia.

Duda Falcão

Um comentário:

  1. Mágica não é Ilusionismo, o que o PEB necessita é de socorro!!!
    A mágica é a clássica arte de iludir os sentidos da nação , através de recursos simples como uma esfera que desliza em um simples lenço, expressando uma falsa esperança e segurança, de que a qualquer momento vai cair , apresentadas como peças teatrais, oriundas das Câmaras dos Deputados, e do Congresso Nacional. Quem sabe, um baralho retratado com as faces de alguns ministros das diversas cortes, inclusivos marcados, uma caixa bomba recheadas de sanções , CPMF´s, cortes com serras super afiadas, etc. Os típicos efeitos onde um pombo, ou melhor ( Um abutre), surge do interior de uma cartola, ou onde a tal carta escolhida é adivinhada pelo mágico do Executivo). O objetivo da arte da mágica é apenas entretenimento encubado para driblar suas incompetências.
    O Ilusionismo é uma especialização da arte mágica. É uma arte que exige não apenas conhecimentos técnicos da mentira, da omissão, mas também manipulam outros inúmeros conhecimentos que a tornam encantadora e completa, para alguns públicos desapercebidos.
    Apreciação dos escândalos diários- Tirados do velho Baú:
    É quase impossível desvendar, que a formação e a procedência de uma equipe de parlamentares larapiadores, venham da coletividade, do povão. Detenham o domínio de técnicas maquiavélicas teatrais de expressão corporal e dicção sucinta , utilizam os recursos da mídia , sob a direção artísticas e técnicas de um líder aparentemente mascarado de bom samaritano, produzam diversos tipos de espetáculos, bem como os conceitos e sistemas que integram os efeitos e correlacionam o objetivo do espetáculo amargurados pelos brasileiros.
    No Ilusionismo com entretenimento é parte máxima do espetáculo. Em fim, o mágico pode atuar sozinho, neste circo de irresponsabilidades. Lembrando que os ilusionistas trabalham em equipe e com extrema infra-estrutura profissional, são extremamente organizados, com os apoios de terceiros, um simples jogo, nos corredores do poder. .
    Um autêntico Ilusionista passou por uma formação na arte da mágica, porém poucos mágicos conhecem a complexidade do Ilusionismo.
    A diferença entre a mágica e o ilusionismo foi reconhecida publicamente em torno do escândalo da Lava-Jato. Farinha pouca, primeiro o meu, e o resto é delação premiada.
    Com a pressão exercida do excelentíssimo Jurista Sérgio Mouro, executando tais punições, muitos mágicos relutaram sobre este inovador conceito de veredicto, alegando que se trata de uma jogada de marketing, para desestabilizar a profissão dos mágicos e dos ilusionistas. Entretanto o tempo provou o contrário, que o crime não compensa realmente.
    O verdadeiro Ilusionista e sua trupe, mesmo sendo um ladrão confesso documental, assume com a cara mais limpa do universo, uma aparência sínica de que nada aconteceu, e simplesmente permanece no poder.
    Enquanto no Brasil, a arte da mágica é o conhecimento e treinamento do artista oportunista , o Ilusionismo é o profissional integrado, idealizador de tantas falcatruas mirabolantes.

    ResponderExcluir