quinta-feira, 9 de julho de 2015

BR-US - Condicionantes Para a Ajuda ao Brasil

Olá leitor!

Segue abaixo mais uma artigo postado hoje (09/07) no site do “defesanet,com”  destacando as condicionantes para a recente aproximação dos americanos com o Brasil.

Duda Falcão

COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Rússia - Geopolítica

BR-US - Condicionantes Para a Ajuda ao Brasil

A agenda que não tem sido publicada na aproximação com os Estados Unidos.

Júlio Ottoboni
Exclusivo DefesaNet
09 de Julho, 2015 - 09:00 ( Brasília )

Fotos White House, Kremlim
Em curto espaço de duas semanas a presidente Dilma
Rousseff encontra-se com os líderes Americano e Russo.

O acordo militar entre Brasil e Estados Unidos deve frear o entusiasmo de alguns países que vinham em franca aproximação com o mercado brasileiro. O desenvolvimento de produtos militares e no setor aeroespacial selou o destino de potenciais parceiros, como a Rússia e até mesmo as ambições da própria China em alguns segmentos tidos como vitais para o progresso dos entendimentos com os norte-americanos.

Uma das premissas básicas dos Estados Unidos, segundo especialistas ouvidos pelo DefesaNet, é o afastamento da Rússia do programa espacial brasileiro. Os EUA não querem os russos produzindo veículos de lançamento de satélites (VLS) e muito menos empregando tecnologia dos mísseis balísticos intercontinentais no Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE). O Centro de Lançamento  de Alcântara (CLA), no Maranhão, também é alvo prioritário dos norte americanos.

O acerto do Brasil com a Ucrânia, na formação da empresa binacional Alcantara Cyclone Space (ACS), para construção de foguetes em parceria, já soterrada pela crise, ganhou a pá de cal definitiva. Os mais de R$ 1 bilhão gastos durante os governos Lula e Dilma na inócua parceria estão, oficialmente, perdidos.

As possibilidade de se criar um consórcio no BRICS para uma estação espacial e desenvolvimento de satélites e lançadores espaciais contam com antipatia dos Estados Unidos. Apenas a Índia e a África do Sul poderiam desenvolver novas atividades com o Brasil na área espacial e bélica, porém acompanhada de perto pelos EUA, que seria uma espécie de tutor dos programas.

Quanto a Rússia, as possíveis intenções em se associar à empresas como a MECTRON e a AVIBRAS na produção de mísseis e de blindados, está totalmente vetada. Segundo os especialistas, alguns deles consultores da área de defesa, acreditam que a Rússia tentará ainda alguma investida no Brasil devido aos entendimentos tratados ao longo dos últimos anos com o governo de Dilma Rousseff. Um dos trunfos está na abertura de mercado para a carne brasileira entre outras commodities.

Uma parceria com a EMBRAER - cada vez mais improvável - também está completamente vetada. Esses indícios já foram expostos no ano passado, durante a visita do Vice-Premiê russo Rogozin, em dezembro último quando não foi recebido pela direção da ex-estatal brasileira. Os russos chegaram a sondar o mercado de helicópteros na expectativa de ter uma fábrica em solo brasileiro e recuaram ao avaliar o mercado sul americano e terem a notícia da chegada dos chineses. (Ver matéria Russos querem criar fábrica de avião no Brasil independente da Embraer Link )

Com isso a possibilidade do Brasil ter um cosmonauta, como foi o caso de oficial da FAB Marcos Pontes, treinado na NASA, mas não indo ao espaço por ter participado de uma missão russa chegou ao fim. Se o Brasil voltar a ter alguém em uma missão espacial deverá ser um cientista e formado nos quadros da agência espacial norte americana.

A retomada da ‘guerra fria’ forçou o governo de Barack Obama a pedir uma posição clara do governo brasileiro quanto ao lado que se posicionaria. Apesar das simpatias ao antigo regime da URSS, Dilma Rousseff viu que poderia perder muito mais que a instabilidade política diante de seu maior parceiro comercial.

Uma das condicionantes dos Estados Unidos para traçar um plano de auxílio na recuperação econômica brasileira, está na suspensão imediata de apoio brasileiro na manutenção de governos de esquerda como da Bolívia e da Venezuela, inclusive tanto no suporte político como econômico, com remessas de divisas para esses países a títulos de empréstimos, colaboração e mesmo investimentos em parcerias econômicas que levantem suspeitas sobre as verdadeiras finalidades.

A situação para a China é mais confortável, como a instalação da fábrica de helicópteros, a continuidade do programa de satélites com o INPE e a vinda da indústria automobilística, de tratores, polo vidreiro e de mecânica pesada para o país. A China tem os EUA como um grande parceiro comercial, mas deve manter-se distante de interesses maiores dos norte americanos na região, o que inclui a floresta amazônica e as reservas hídricas potáveis brasileiras.



Comentário: Pois é, interessante este artigo do Defesanet.com, pois num contexto geral ele aborda algumas das possiveis condicionantes que fizeram os PETRALHAS assinarem os acordos recentes com os EUA, algumas delas na realidade, mas não todas, e infelizmente não cita a condicionante que levou esses irresponsáveis entreguistas, debiloides de merda, à meter o Brasil numa história que não é nossa, e que por tabela ainda pode colocar a nossa segurança nacional em jogo. Quer saber mais leitor, aguarde o meu artigo da semana que vem. Aproveito para agradecer uma vez mais ao leitor Felipe Dias pelo envio desse artigo.

18 comentários:

  1. Parece " PIADA " até parece que a Capital do Brasil , chama-se Washington !.
    .
    o Brasil não é escravo dos E.U.A. , percebo que tem muito brasileiro que nasceu aqui no Brasil , mas é Espião dos E.U.A. e além de ter estadunidenses aqui no Brasil espionando a Nação, é sabido disso tudo, o Brasil sempre foi Sabotado por pessoas falsas que vendem a Nação , é típico do Brasileiro fazer isso, por isso é que somos 3° Mundo e sempre seremos.

    ResponderExcluir
  2. eu pergunto aos mais entendidos no assunto , por acaso , o Brasil é um Estado dos Estados Unidos da América , se é ? é desde quando o Brasil obedece as " Ordens " dos EUA ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mania de grandeza dos estados unidos. Só que o Brasil não vai querer nada disso e além do mais qualquer acordo internacional tem que passar pelo congresso e lá não passa. O Brasil tem os BRICS para resolver a situação na área espacial.

      Excluir
  3. já eu vejo assim , que toda ajuda , cooperação entre as Nação mais avançadas do 1° mundo , é bem vindo , a Rússia é uma Gigante Potência na Área Espacial , é super respeitada em todo mundo , precisamos muito dessa parceria com a Rússia , China , Alemanha , Suécia , Noruega, França , quanto mais cooperação é bem vinda.

    ResponderExcluir
  4. Depois da fala da FAB sobre o VLS.. nada mais me surpreende. Na minha opinião, eles querem entregar o Brasil para quem der mais. Quando digo ELES, estou incluindo os militares. Se alguém se sentir ofendido com meu comentário, as respostas estão abertas para qualquer um.

    Abs,
    Felipe Dias

    ResponderExcluir
  5. Felipe Dias , o VLS tem Salvaguardas entre EUA e o Brasil , por isso nunca teve Sucesso , o VLS além de aparente ser um lançador de Satélites , o VLS é um Míssil Intercontinental também , então como as peças do VLS tem tecnologias dos EUA , o Brasil fica proibido de lançar sem a permissão dos EUA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei disso, por causa do FHC que assinou o tratado MTCR, mas o que eu não entendo é que tem vários países que assinaram esse tratado e possuem veículos lançadores de satélites. Então, deve ter alguma coisa de errado nisso tudo, que só pode ser explicado pelo entreguismo dos vários presidentes brasileiros.

      Excluir
    2. Por isso que não vale a pena fazer qualquer acordo com os estados unidos. Deixa eles fazerem acordos com as empregadas domésticas deles. O Brasil tem os BRICS para fazer acordos.

      Excluir
  6. Eu não sei porque do anti-americanismo de alguns brasileiros que insistem em dizer que os EUA sabotam o Brasil. Precisa? Precisa algum americano sabotar o Brasil, quando tem no governo e no funcionalismo público gente de extrema incompetência? Xenofobia. Existem santos? Não. Então, apenas tome cuidado, mas esteja aberto para fazer negócios e ganhar dinheiro. Fazer oque? Negar negociar com os EUA para evitar de ser sabotado? E, bem, se eles nos espionam, fala sério, quais segredos nós brasileiros temos? Tecnologia para fabricação de rapadura? Os incompetentes geralmente colocam a culpa de seus próprios fracassos em quem é mais poderoso e rico. Inveja. Os EUA são espionados todos os dias, e nem por isto deixam de fazer acordos vantajosos para si, com quem quer que seja. Colocar a culpa nos EUA é coisa típica de gente chauvinista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Victor, se você leu o artigo hora debatido vai ver que não é questão de achar que os americanos queiram nos espionar...todos nós sabemos que eles espionam, roubam tecnologia etc. não só do Brasil mas de todos os países. Agora com relação ao pretendido pelos americanos para fazer acordo com o Brasil, acho que vão só querer pois o Brasil não vai querer saber de aprovar essa baboseira de imbeciloides. Além de que todo acordo internacional tem que passar pelo congresso e com certeza esse não passará. Aliás, antes tem que apurar se é verdadeiro esse pretenso acordo, acho muito, mais muito estranho mesmo.

      Excluir
  7. Felipe Dias , mega.bonus , eu vejo assim , aqui no Brasil tem muito Brasileiros que babam Ovo dos Estadunidenses, na Política , nas Forças Armada , na Sociedade Civil, está empreguinado de Anti-Brasil , esses Falsos Brasileiros rebaixam a Nação, desvalorizam o Real , criam Inflação e Desemprego , para retardar a Nação, os EUA sempre deu Dólares a Brasileiros mercenários para corromper as Leis e o desenvolvimento do Brasil , os EUA querem que o Brasil seja Colônia deles, fazendo o mesmo que a Inglaterra fazia com os Colonos Americanos antes da Independência dos EUA.

    ResponderExcluir
  8. o Brasil quando começou a desenvolver seu VLS , deveria criar sua própria tecnologia, e não copiar tecnologias dos EUA , pelo visto , teve muita gente interna na FAB/ITA/CTA/AEB etc. que optaram em copiar as tecnologias dos EUA, justamente para ficar Escravos dos EUA, houve Máfia como sempre nas Forças Armada e na Política, o Dinheiro e o Poder sempre corrompe a Soberania Brasileira, já perdi as Esperanças de quando isso um dia irá acabar.

    ResponderExcluir
  9. mas, a Esperança é a Última que Morre, é bom saber que Existem Brasileiros que Amam seu País, iremos defender o Brasil Sempre, porque somos Verdadeiros, não iremos nos Vender por Dólares, a nossa Moeda é o Real e somos os Verdadeiros Brasileiros que somos Nacionalistas, estamos perdendo nossa Língua , Cultura , Desvalorizando nossa Moeda, com o Real desvalorizado , nosso país perde seu Valor de Pátria, e é isso mesmo que eles querem, com isso os EUA tem Força para comprar cada vez mais os Falsos Brasileiros.

    ResponderExcluir
  10. Pra começar, não existe acordo...Os eua mandam e o Brasil obedeçe.

    O que os EUA querem de nós brasileiros?

    1) Querem colocar a boeing para lançar em alcantara, com exclusividade total.
    2) Aproveitar que o brasileiro é paga pau de americano e se estabelecer na regiao, criar raizes.
    3) A regiao amazonica é realmente o alvo a longo prazo.
    4) Nao importa se é pt ou psdb, todos estão entregando o Brasil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso procede! Vejam o caso PARASAR. Vergonha desses quinta coluna.
      Acho que se essa proposta foi mesmo feita (acho que não é bem assim), nós evidentemente faremos acordo com os Russos, vejam no documento final da reunião dos BRICS que fala bem claro disso. Outra coisa...o Brasil não tem que obedecer ordens dos americanos. Eles vão fazer o que com o BRASIL? Lançar bomba atômica aqui? Só se for, pois se vierem de outra forma....iremos enterrar muitos deles aqui.

      Excluir
  11. Anônimo , para começar o papo ! , Americano são todas as pessoas que nasceram e/ou se naturalizaram no Continente Americano , porque América não é um País e sim um Grande Continente, Quem nasce no país dos EUA , chama-se Estadunidenses, o Brasil é uma Nação , por mais que muitos aqui são Falsos e babam Ovo dos EUA, o Estado Brasileiro tem soberania e jamais as Forças Armadas dariam posse do território Nacional a Gringo nenhum, PONTO FINAL !.
    .
    Anônimo 2

    ResponderExcluir
  12. Brasileiro não é paga pau de americano, só lendo esses comentário (os que não forem astroturfingsky pelo menos) já dá pra notar a mentalidade chumbada no pensamento do brasileiro, a predisposição da população é o contrário, a vaia desnecessária a delegação americana no Pan de 2007 (uma vergonha afinal eram só atletas) mostra que a população brasileira tem é uma predisposição anti americana, gerada pela doutrinação de esquerda imposta no ensino brasileiro, fruto da infiltração da esquerda nas instituições de ensino nos anos 60, com essa infiltração seguindo através da evolução acadêmica (os professores de hoje).
    Não sabem porque odeiam, mas odeiam.

    Eles são uma potência, e como qualquer potência sugam e abusam de quem é menor, querem só atender seus interesses econômicos e militares ao lidar com países insignificantes e geram uma influência enorme sobre esses países pelo seu poder econômicos e cultural.
    Mas isso não é exclusivo a eles, a França, também com uma influência enorme em nossa pátria, vem dilapidando nosso país há muito mais tempo que os EUA sem gerar esse efeito de repulsa, o que mostra a ignorância desse pensamento. É natural que a relação do grande com o pequeno seja de exploração, e assim faz a China, Russia, Alemanha, Japão, França e etc em suas áreas de influência.

    A única coisa que um país fraco pode fazer é ser pragmático, tentar se desenvolver sozinho, a duras penas e sob risco, ou escolher ser explorados da melhor maneira possível.
    Todo o resto é piada, coisa de quem tem interesse em A ou B mas fica usando retóricas furadas pra vender seu peixe. Quem fala em entreguismo propondo acordo com outra superpotência é um piadista, pra não dizer outra coisa.

    ResponderExcluir
  13. vamos adentrar na História Humana do século XX , nunca a CHINA ou a Rússia ou muito menos a Índia ousou a Invadir o Brasil, manipular sua população e até mesmo usar o território do Brasil na Grande Segunda Guerra Mundial, apenas a Terra do Tio SAN " SATANÁS ", do Cananeu " SAMAEL ", 1° filho do Deus Hebreu, segundo os Judeus, Samael é Herdeiro do MUNDO todo, coisa que os EUA tentam a fazer, se não existisse a Rússia e a China , além do mundo Islã e Budista.
    .
    Anônimo 666 ou 999 vocês decidem!.

    ResponderExcluir