terça-feira, 27 de julho de 2010

Empresa DUCOL é Contratada Pela ACS

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (27/07) no site da Alcântara Cyclone Space (ACS), destacando que a empresa DUCOL foi contratada para fazer a supressão vegetal da área da ACS no CLA.

Duda Falcão

Empresa DUCOL Contratada para Fazer

Supressão Vegetal na Área da ACS

27/07/2010

Os diretores-gerais brasileiro e ucraniano da ACS, Roberto Amaral e Oleksandr Serdyuk, assinaram, na tarde de quinta-feira (22), o contrato que dará início às obras de supressão vegetal no local onde será construído o sítio de lançamento da binacional. A empresa responsável pela atividade é a DUCOL.

Em virtude disso, a expectativa da ACS é que as obras de construção do sítio de lançamento tenham início ainda em setembro deste ano, oportunidade na qual ambos os diretores-gerais da ACS pretendem estar presentes. "Estaremos lá, eu e Serdyuk, para esse momento histórico para a ACS e para o Brasil", declarou Amaral.

Cessão

A assinatura desta quinta-feira foi o segundo acordo importante fechado pela ACS em menos de um mês. No começo de julho, Roberto Amaral e o Diretor Técnico da ACS, Valeriy Mazurenko, assinaram o Termo de Entrega da área da ACS, localizada dentro do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão.

Pela Aeronáutica, que cedeu onerosamente o terreno à ACS por prazo indeterminado, quem assinou o documento foi o Comandante do CLA, Coronel Rangel. A Aeronáutica alugou à ACS uma área de aproximadamente 500 hectares, ao norte do CLA, para que a Binacional possa construir seu sítio de lançamento e, de lá, lançar seus veículos Cyclone-4.

Fonte: Site da Alcântara Cyclone Space (ACS)

Comentário: Pois é leitor, não adianta ficar chorando o leite derramado. A ACS está caminhando para se tornar uma realidade e se não houver mais atrasos deverá lançar em agosto de 2011 o pequeno e experimental satélite japonês Nano-Jasmime. Temos que reconhecer que infelizmente venceu a incompetência, sustentada por um tipo de política que não deveria mais existir nesse país, mas que infelizmente não só existe, como também é um dos seus alicerces. Lamentável!

Nenhum comentário:

Postar um comentário