segunda-feira, 10 de abril de 2017

CONAE Argentina Lança Plano Nacional Espacial 2016-2017

Olá leitor!

Enquanto o nosso ‘Patinho Feio’ desce pelo ralo, e o cabeça branca dessa agência de merda vive perambulando pelo país e pelo mundo tirando onda de ‘Otoridade’, a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) da Argentina, lançou recentemente seu Plano Nacional 2016-2027.

Sendo assim, aproveitando a oportunidade a Agencia TELAM do país platino resolveu produzir um vídeo/reportagem sobre o plano em questão que apresento agora para você leitor. Vale a pena conferir.


Aproveitamos para agradecer ao nosso leitor Claudio André pela gentileza de nos ter enviado esse interessante vídeo da Agencia TELAM. Parabéns também a CONAE e ao povo argentino e ficaremos na torcida para que o compromisso ocorrido no setor espacial deste país nas ultimas décadas sofra a continuidade descrita e desejada por este plano espacial agora divulgado.

Duda Falcão

3 comentários:

  1. Tomará que lancem logo esse foguete,curioso com esse projeto argentino.Já aqui temos uma base apenas para fotos.

    ResponderExcluir
  2. Eu como brasileiro, também torço que eles cresçam e dê tudo certo, para colocar vergonha na cara dos políticos, aqueles safados devem ver os países vizinhos prosperarem na tecnologia aeroespacial enquanto nós patinamos. Acredito que com as notícias feitas nos noticiários sobre a vitória dos nossos vizinhos, haja uma certa pressão popular que prove o quanto os nossos políticos são fanfarrões e nem o mínimo eles fazem. Mas enquanto esse futuro não chega, vamos orar para que do Alto ocorra um milagre que arrancará os safados do poder e pelo menos, políticos mais comprometidos com o país.

    ResponderExcluir
  3. Enquanto isso no país do carnaval, dos políticos petralhas e tucanalhas e da piada pronta nem com viagra as coisas estão subindo ao espaço a não ser a paciência. Não se pensa nessa terra tupiniquim nos benefícios que o desenvolvimento tecnológico traz. É mais fácil criar bolsas e cotas do que capacitar mentes. Nos tornamos independentes mas vivemos o complexo de vira-lata herdado dos portugueses (Não é atoa que é um dos mais atrasados da Europa). Nos libertemos! Exijamos transparência e uma política espacial de Estado e não essa bagunça comandada por políticos incompetentes e de interesses escusos.

    ResponderExcluir