quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Observatório Nacional Fará Programação Especial Pelos 20 Anos do CCE

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (30/09) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) destacando que o Observatório Nacional (ON) fará programação especial pelos 20 anos do Ciclo de Cursos Especiais (CCE).

Duda Falcão

Observatório Nacional Fará Programação
Especial Pelos 20 Anos do CCE

Evento vai contar com palestra de pesquisadora brasileira
da NASA e de especialistas internacionais.

Por Ascom do MCTI
Publicação: 30/09/2015 | 08:12
Última modificação: 29/09/2015 | 17:16

Acontece entre os dias 5 e 9 de outubro o 20º Ciclo de Cursos Especiais (CEE) do Observatório Nacional (ON/MCTI). O evento, promovido pela Divisão de Programas de Pós-Graduação do ON, acontece na sede da entidade vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), no Rio de Janeiro (RJ). Os cursos ofertados abrangem temáticas como Astrofísica Extragalática, Astrofísica Estelar e Galática, Cosmologia e Ciências Planetárias.

"Certamente, o CCE tem sido, ao longo dessas duas décadas, bastante importante na formação de novos pesquisadores, não somente do Observatório, mas da comunidade nacional e sul-americana. É, portanto, um evento bastante bem sucedido, que completa 20 anos pronto para seguir pelos próximos 20 anos", destacou o coordenador da área de Astronomia e Astrofísica do ON e da comissão organizadora do CCE, Jaílson Alcaniz.

As atrações principais serão as duas palestras que serão ministradas pela pesquisadora do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, Rosaly M. C. Lopes. A astrônoma brasileira falará sobre "A superfície de Titã: os resultados da missão Cassini-Huygen" aos participantes do CCE. O público em geral terá uma apresentação diferenciada com a pesquisadora, com título ainda não definido.

Para a edição deste ano, foram convidados especialistas internacionais. Entre eles, Gerry Gilmore (University of Cambridge – Reino Unido), Jean-Pierre Bribing (Université Paris-Sud 11 e Institute d'Astrophysique Spatiale – França), Piero Madau (University of California Santa Cruz – Estados Unidos) e Alan Heavens (Inperial College London – Reino Unido).


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário