segunda-feira, 28 de novembro de 2016

PION LABS, a Nova Startup Espacial Brasileira

Olá leitor!

Dias atrás informei aqui no Blog que no dia de hoje (28/11) divulgaria o nome de uma empresa brasileira da Área Espacial recentemente formada que já nascia com um motor-foguete pronto para o Mercado Espacial.

Pois então, a empresa em questão é a “PION LABS”, nova startup brasileira do setor criada pelos Engenheiros Aeroespaciais formados na Universidade Federal do ABC (UFABC), Cauê Napier e Calvin Souto Trubiene, este cofundador da equipe de foguetes “UFABC Rocket Design” desta universidade e vice-diretor da Associação COBRUF.

Segundo fui informado pelo jovem Calvin Trubiene, a PION LABS chega ao mercado já oferecendo um motor-foguete híbrido simples, seguro e eficiente para voos suborbitais.

Ainda segundo o jovem Calvin, a empresa está ainda em processo de legalização, pois como é de conhecimento de todos o Custo-Brasil é alto e a burocracia demorada. A expectativa da empresa é que em 2017 a mesma esteja totalmente legalizada. Já o plano de negócios da PION LABS será robusto e possuirá uma sequência de eventos para atingir o objetivo traçado, que em termos gerais é o acesso democrático ao espaço através de lançamentos suborbitais realizados do Brasil.

Como uma startup, a empresa está se preparando para buscar a sua primeira rodada de investimentos e quanto ao desenvolvimento de projetos, eles possuem um plano de desenvolvimento em três fases.

No projeto de lançadores utilizando motores-híbridos, eles terão as seguintes fases:

* A validação de estudos e projetos da empresa através de um veículo que será validado em 2017, nos Estados Unidos. Utilizando o sistema TRL da NASA, que é o Technology Readiness Level, esperamos atingir o TRL 9 ano que vem.

* A partir deste primeiro veículo desenvolvido e validado para TRL 9, a empresa então utilizará o know-how agregado para refinar, otimizar e aplicar a segunda etapa do plano de negócios, que será o veículo para "near-space activities". Esse veículo, já pensando no desenvolvimento do produto para o mercado, terá foco em um MVP ótimo para nossa realidade latino-americana.

* A terceira fase do nosso projeto, de longo-prazo, é o voo do veículo suborbital. Este veículo é a sequência de todo o conhecimento e experiência adquirida nos projetos já citados. Nossa meta é que o fim deste ciclo do plano de negócios seja atingido até 2025. O desenvolvimento aeroespacial no Brasil é caro e burocrático, sem contar nos riscos envolvidos na área. Portanto, o foco é a parceria entre a empresa e as universidades para a cooperação no desenvolvimento tecnológico e de recursos humanos.

Agora quanto a área de desenvolvimento de produtos aeroespaciais, a empresa pretende atuar em diversos nichos de mercado em que desenvolvam produtos, porém segundo o jovem Calvin a empresa não pode ainda passar nenhuma informação neste momento, há não ser que o intuito será não só de vender produtos, bem com também serviços.

Eng. Aeroespacial Cauê Napier
(Cofundador e CEO da PION LABS)
Com isso leitor (até onde sei) a PION LABS vem se juntar a um grupo de startups formadas no Brasil pelas empresas Acrux Aerospace Tecnhologies, Airvantis, Edge of Space, LUNUS Aeroespacial e a Zenit Aerospace (esta uma empresa junior formada por alunos da UnB) tornando-se assim a sexta startup brasileira da Área Espacial (seria na realidade a sétima se a AXIS Aeroespacial não tivesse desaparecido e nos EUA são centenas), apesar de termos ciência de que já está em formação uma outra startup por um grande profissional do Setor Espacial.

Com a sua simplória inteligência interiorana, quando viva, já dizia minha vó Maria de que a ‘união faz a força’, sendo assim, porque não formar uma espécie de “Startup Brazilian Space Consortium” envolvendo todas essas empresas, visando com isso o desenvolvimento conjunto de um Veículo Lançador para picos e cubesats???  

Eng. Aeroespacial Calvin Souto Trubiene
(Cofundador e CTO da PION LABS)
A situação do nosso PEB é gravíssima leitor, e não há como continuar acreditando que um órgão incompetente e inócuo (recentemente rebaixado) como a nossa Agência Espacial de Brinquedo (AEB), sob o comando de um banana e de um governo desinteressado e corrupto, levará o país a autossuficiência espacial, isto é pura utopia, não irá acontecer. Assim sendo, enquanto esses vermes brincam de fazer Programa Espacial, o tempo está passando e rápido, e quem você acha que vai pagar o alto preço do atraso tecnológico??? Diante disto é preciso fazer algo com urgência.

Porém para tanto, será preciso que esses profissionais deixem de lado qualquer sentimento não condizente com a história exitosa da Astronáutica (a NASA chegou a Lua envolvendo uma massa de mais de 200 mil profissionais trabalhando em harmonia por quase 10 anos) e aprendam trabalhar em conjunto com um único objetivo comum, ou seja, colocar o Brasil entre as nações que dominam o ciclo completo de acesso ao espaço.

Bom leitor, por enquanto é isso, e só resta desejar a PION LABS sucesso e torcer para que essas nossas startups entendam que, trabalhando juntas elas são mais fortes.

Para maiores informações sobre a PION LABS visite o site da empresa pelo link: http://www.pionlabs.com.br/

Duda Falcão

5 comentários:

  1. Incrível, boa sorte aos rapazes e parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  2. Desculpe Duda, mas... só isso? Sendo muito honesto, quando o senhor prometeu um anúncio bombástico eu imaginei outra coisa. Tudo bem...

    Meus parabéns aos meninos e muito sucesso para eles nesse microempreendimento! Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sr. Marc Teen Ch!

      O senhor precisa prestar melhor atenção em minhas postagens, esta é a notícia complementar deste dia 28/11, não a grande notícia, esta sera publicada daqui a pouco as 20:00 (Nordeste) e as 21:00 nas demais regiões do país.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Agora sim! Obrigado pela correção. Tudo bom então, continuo aguardando! Abs

      Excluir
  3. Que bom que temos gente disposta a empreender na área espacial. Torço muito pelo sucesso de vocês. Jamais desistam de seus objetivos. Abraços!

    ResponderExcluir