sexta-feira, 25 de novembro de 2016

PION 5, Alguém Sabe do Que Se Trata?

Olá leitor!

Algum de meus leitores sabe dizer do que se trata a foto abaixo? Não! Pois é, para aqueles que responderam inicialmente dessa forma, saibam que esta é a foto do modelo de testes do propulsor iônico (também chamado de Propulsor Eletrostático ou Propulsor a Plasma). ‘PION 5’ de 20mN, propulsor este desenvolvido (creio eu) pela a equipe do Dr. Gilberto Marrega Sandonato, pesquisador do Laboratório Associado de Plasma (LAP), do Centro de Tecnologias Especiais (CTE), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Modelo de testes do Propulsor Iônico‘PION 5’ de 20mN do INPE.

Vale dizer que a Propulsão Iônica vem sendo desenvolvida no Brasil já há algum tempo em duas frentes, ou seja, no INPE como já citado, bem como na Universidade de Brasília (UnB) através da equipe liderada pelo Dr. José Leonardo Ferreira.

Entretanto leitor, apesar de sua inegável importância para o Brasil, à única missão espacial brasileira (até onde sei) com previsão para utilizar este tipo de propulsão é a fantástica Missão ASTER de espaço profundo, que tem como objetivo visitar um asteroide triplo denominado de 2001-SN263.

Porém vale lembrar que está Missão ASTER não passou até hoje de um sonho para todas as instituições envolvidas com a mesma, e mesmo tendo sido citada no novo Plano Diretor do INPE (2016-2019), a não ser que as tais negociações de cooperação espacial entre os países integrantes do BRICS não seja conversa de pescador, temo que a mesma entrará para o hall das missões fantasmas do nosso ‘Patinho Feio’. (Ex: Monitor de Clima Espacial (MCE), a missão lunar ISHTAR, entre outras).

Saiba aqui mais sobre as atividades de pesquisas na área de Propulsão Iônica no Brasil realizadas pela equipe do Dr. Gilberto Marrega Sandonato, lendo a entrevista que o Blog fez com ele em julho de 2013.

Duda Falcão

2 comentários:

  1. Só espero que essa não seja mais uma iniciativa desperdiçada por não ter aplicação no nosso "pograma espacial de brinquedo".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Unknown!

      Se você se refere a essa tecnologia de Propulsão Iônica, realmente existe esta possibilidade na atual conjuntura Caso se refira a notícia que daremos no dia 28/11, não, ela será sobre uma iniciativa que realmente ocorrerá, independentemente das forças contrarias.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir