Comitê Aeroespacial Será Órgão Permanente Para Debater o Tema na Indústria de Defesa

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (30/04) no site da Força Aérea Brasileira (FAB) destacando que o “Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa” criou 'Comitê Aeroespacial' que irá se dedicar à questão espacial, em parceria com a FAB e a FIESP.

Duda Falcão

ESPAÇO

Comitê Aeroespacial Será Órgão Permanente Para Debater o Tema na Indústria de Defesa

Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa criou comitê que
irá se dedicar à questão espacial, em parceria com a FAB e a FIESP.

Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Gabrielli 
Revisão:  Capitão Monteiro
Fonte: ILA, por Tenente Anelise
Publicado: 30/04/2019 - 18:56

Fotos: Cabo Christian / ILA

Uma parceria entre a Força Aérea Brasileira (FAB), o Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE) e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) proporcionou a criação do Comitê Aeroespacial - órgão permanente do SIMDE cuja missão será dedicar-se ao tema aeroespacial, contribuindo com o desenvolvimento do segmento da indústria e defesa. A assinatura aconteceu na manhã desta segunda-feira (29), durante as comemorações do 27º aniversário do SIMDE, em São Paulo (SP).


Na ocasião, o Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, ministrou uma palestra aos investidores e empresários do setor aeroespacial sobre os planos e potencial da FAB e do Brasil na área espacial. “A criação do Comitê Aeroespacial na estrutura do SIMDE proporcionará uma significativa interação entre o DCTA e o setor produtivo, aproximando ainda mais o Brasil da independência tecnológica de produtos espaciais”, afirma o oficial-general.


O Presidente do SIMDE, Carlos Erane Aguiar, que realizou a abertura do evento, ressaltou que o comitê recebe o nome de Marechal Casimiro Montenegro Filho, em homenagem ao criador do DCTA e do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). “Devemos manter uma governança adequada no sentido de permitir que as matérias de Defesa do Sindicato sejam realmente de interesse de todos", enfatiza.

No evento, também esteve presente o Senador Major Sérgio Olímpio Gomes (PSL-SP), que destacou a necessidade de esforços do legislativo para fazer caminhar os projetos estratégicos na área espacial. Ele participou da assinatura de criação do comitê, juntamente com as demais autoridades.


Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB) - http://www.fab.mil.br

Comentário: Olha leitor, esta me parece uma iniciativa realmente positiva, mas para que se venha obter resultados dinâmicos e comercialmente competitivos, as startups espaciais brasileiras tem de atuarem como as principais beneficiadas por este comitê, e não mais empresas moldadas na cultura da ineficiência e do venha nós, ou seja, empresas capazes de produzirem o bom dentro do prazo, de forma mais barata possível e com tecnologia comparada com os centros mais avançados do mundo. Quiçá a partir de agora seja esse mesmo o caminho adotado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial