quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Equipe do IEAV Integra Experimentos em Veículo de Sondagem VS-30 da Operação Mutiti

Olá leitor!

Segue uma nota postada recentemente no site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv) destacando que equipe do instituto foi ao CLA para integrar experimentos no veículo de sondagem VS-30 da “Operação Mutiti”.

Duda Falcão

Equipe do IEAV Integra Experimentos
em Veículo de Sondagem VS-30

IEAv – Instituto de Estudos Avançados


O IEAv enviou, no dia 19 de novembro de 2018, três pesquisadores e um colaborador  (Maj Eng Rogério Moreira Cazo, Dr. João Marcos Salvi Sakamoto, Cap Eng Matheus Minelli de Carvalho  e Walter Ferreira Jr, respectivamente), para o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), onde estão participando da Operação MUTITI como experimentadores e finalizando, assim, uma importante etapa do desenvolvimento de acelerômetros a fibra óptica nacionais. Todos são da Divisão de Fotônica (EFO), a qual tem tradição no desenvolvimento de sensores em fibra óptica, como giroscópios e sensores de deformação e de temperatura.

Esse experimento consiste de três acelerômetros desenvolvidos a partir de diferentes tecnologias, os quais estão sendo integrados como carga útil no veículo VS-30. Seu objetivo é analisar o comportamento de tais sensores em ambiente real e inóspito, e, para tanto, monitora também a temperatura em dois diferentes pontos dentro do experimento, a fim de analisar eventuais influências destas nos resultados obtidos. Toda a óptica e eletrônica embarcadas foram desenvolvidas e montadas no próprio IEAv. Com o sucesso deste experimento pretende-se cumprir o requisito "ensaio em ambiente relevante", equivalente ao nível de maturidade tecnológica 7 para os acelerômetros do IEAv (TRL 7).

Antes de incorporar os experimentos ao veículo, foram realizados diferentes testes e análises, incluindo ensaios de aceitação e consequentes adequações de inconformidades detectadas. Essa evolução, natural ao processo de integração de um sistema, já foi adotada como padrão para os próximos desenvolvimentos de sensores do mesmo tipo, inclusive para o projeto IFO (Unidade de Medição Inercial a Fibra Óptica), em fase de aprovação pelo EMAER, como projeto estratégico e passível de ser iniciado já no ano de 2019 pelo Instituto.
Participa, ainda, do lançamento, o próprio Diretor do IEAv, Dr. Lester de Abreu Faria, Cel Av, no papel de CGO (Comandante Geral da Operação), coordenando as equipes do IAE, CLA, CLBI, IEAv e INPE que participam da operação.

Para o Cel Av Lester, “poder integrar e avaliar o funcionamento de dispositivos tão complexos e de alto valor tecnológico como os acelerômetros em questão a um vetor como o Foguete VS-30, para nós é não só um privilégio, mas demonstra uma validação inquestionável do funcionamento dos mesmos, bem como da alta qualidade e do comprometimento técnico de nossos especialistas no IEAv”.



Fonte: Site do Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

Comentário: Pois é leitor, infelizmente o IEAv  não optou por ser discreto seguindo assim o bom exemplo dado pelo IAE, o que é lamentável. Porém leitor como essa nota foi divulgada pelo próprio instituto, virou notícia e o BLOG não pode deixar de publicar. Tá ai um dos experimentos significativos desta “Operação Mutiti” e plagiando os religiosos do Blog, Deus nos ajude que não saia nada de errado, para que assim a FAB não tenha de vir com aquelas explicações mirabolantes e estapafúrdias. Lamentável. Enfim... vamos torcer, e saiba leitor que o lançamento deve ocorrer há qualquer momento a partir de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário