sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Militar Brasileiro é Destaque em Mestrado na Área de Engenharia Espacial na Itália

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada recentemente no site oficial do Exercito Brasileiro (EB), destacando que militar desta corporação foi destaque na Itália em Mestrado na Área de Engenharia Espacial.

Duda Falcão

Militar Brasileiro é Destaque em Mestrado
na Área de Engenharia Espacial na Itália

Roma (Itália) – A Scuola di Ingegneria Aerospaziale (Escola de Engenharia Aeroespacial) da Università La Sapienza (Universade de Roma), Itália, concluiu no ano acadêmico de 2018 a 16ª edição do Mestrado em Engenharia Aeroespacial. A Escola de Engenharia Aeroespacial forma especialistas desde 1926, sendo a mais tradicional instituição de ensino italiana na área de fomento e desenvolvimento de tecnologias para o setor aeroespacial europeu.

O Mestrado foi realizado em língua inglesa e contou com a participação de discentes italianos e nove estrangeiros, civis e militares. Dentre estes, o 1° Ten QEM Ricardo Freire da Silva. O curso possui duração presencial de dois anos, mas o militar brasileiro realizou somente o segundo ano do Mestrado, uma vez que sua graduação no Instituto Militar de Engenharia (IME) e demais especializações realizadas na área aeroespacial lhe conferiram isenção da frequência no primeiro ano da atividade.

A tese de Mestrado defendida pelo 1º Ten Ricardo Freire apresentou o seguinte título: “Solução Brasileira de Sistema de Aumento Via Satélite” (Brazilian Satellite-Based Augmentation System Solution). O trabalho evidenciou mecanismos capazes de solucionar questões referentes à dependência brasileira de acesso aos sistemas globais de navegação e posicionamento via satélite. O sistema proposto pelo militar brasileiro cria subsídios para o processo de autonomia do Brasil perante os demais sistemas satelitais estrangeiros, conforme diretrizes contidas na Estratégia Nacional de Defesa (END).

Com a conclusão do Mestrado em outubro do corrente ano, o 1º Ten Ricardo Freire alcançou a maior média individual da Universidade de Roma na área aeroespacial, sendo laureado como o destaque da edição 2018. Por ter concluído o curso com a média máxima (110/110, conforme o sistema educacional local), o militar brasileiro também foi indicado pela Universidade para uma condecoração da República Italiana, a Premiazione Laureati Eccellenti (Prêmio de Excelência no Ensino), cuja titulação é concedida pelo Ministério da Educação do país.



Fonte: Site do Exercito Brasileiro (EB) - http://www.eb.mil.br

Comentário: Pois é caro leitor, isto demonstra a qualidade do ensino executado nos institutos militares no Brasil e neste caso específico no Instituto Militar de Engenharia (IME). Entretanto, esses jovens profissionais que estão saindo desses institutos ou das universidades brasileiras, estão há décadas sendo mal utilizados ou não utilizados de forma alguma, obrigando os mesmos a se transferirem para iniciativa privada, para o exterior afim de trabalharem em outros programas espaciais, ou até mesmo para outras áreas onde suas qualificações podem ser empregadas. Uma pena e um grande desperdício que talvez não ocorra em lugar nenhum do mundo, mas infelizmente no Brasil com esta sociedade de mentalidade egocêntrica, estupida  e corrupta não há como fugir disto. A nossa esperança é que, com a provável eleição do candidato a presidência Jair Messias Bolsonaro esta sociedade egocêntrica, estupida e corrupta venha finalmente amadurecer, e dar assim inicio a uma profunda mudança cultural e de ética. O Blog BRAZILIAN SPACE aproveita para parabenizar o 1° Ten QEM Ricardo Freire da Silva pela sua conquista. Well done.

Nenhum comentário:

Postar um comentário