sábado, 26 de maio de 2018

VÍDEO: Passagem de Meteoro Assusta Moradores de 5 Cidades do Interior de SP

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia publicada ontem (25/05) no site “G1” do Globo.com destacando que passagem de Meteoro na noite de quinta-feira (24/05), assustou moradores de 5 cidades do interior de SP.

Duda Falcão

São Carlos e Araraquara

VÍDEO: Passagem de Meteoro Assusta
Moradores de 5 Cidades do Interior de SP

Clarão foi visto em Descalvado, Pirassununga, Porto Ferreira,
Santa Rita do Passa Quatro e Rio Claro.

Por G1 São Carlos e Araraquara
25/05/2018 - 12h20
Atualizado há 20 horas


A passagem de um meteoro, que causou um grande clarão no céu, foi registrada em pelo menos cinco cidades da região, na noite de quinta-feira (24). Flagrantes do fenômeno foram postados nas redes sociais por moradores e pela Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon) (confira o vídeo acima).

Segundo informações da Polícia Militar, houve relatos de pessoas assustadas com o clarão e barulho em Descalvado, Pirassununga, Porto Ferreira, Santa Rita do Passa Quatro (SP). A estação da Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon) de Rio Claro (SP) também registrou o fenômeno.

A Academia da Força Aérea de Pirassununga informou que não registrou o corpo celeste.

Susto de Moradores

Em Porto Ferreira, muitas pessoas ouviram um grande estrondo durante a noite, mas não sabiam o que tinha causado o barulho.

"Eu estava em casa quando ouvi o barulho. Saí na parte de trás para ver se tinha alguma coisa, a minha mulher foi para a parte da frente para ver se tinha algum carro batido. Cheguei a achar que tinha caído uma parede, mas não consegui descobrir o que tinha acontecido", falou o aposentado Antonio dos Santos.

(Foto: Bramom/Divulgação)
Estação BGS1 de Jaguariúna registrou imagens do meteoro.

A dona de casa Barcelona Ramos Raimundo ouviu o barulho, mas nem imaginava que poderia ter sido causado por um meteoro. Foi avisada do fenômeno pela filha.

"Eu ouvi um estrondo muito forte, a janela estremeceu e os cachorros começaram a latir. Cheguei a sair de casa, mas não vi nada. Depois minha filha ligou para saber se eu tinha ouvido e disse que estavam comentando na internet que era um meteoro", contou.

(Foto: Reprodução/EPTV)
Dona de casa Barcelona Ramos Raimundo
ouviu o barulho em Porto Ferreira.

A dona de casa Valéria Américo viu o clarão. "Eu vinha da igreja e vi um clarão, muito forte e muito rápido. Depois quando cheguei em casa, estremeceu a janela", contou.

Fragmento em Alta Velocidade

Segundo o astrofísico da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Gustavo Rojas, que é membro da Bramon, “o meteoro é um pedaço de rocha entra na atmosfera da Terra, mas não atinge a superfície terrestre [neste caso leva o nome de meteorito]”.

(Foto: Reprodução/EPTV)
Imagem de meteoro refletida em piscina
na noite de quinta-feira.

O professor calcula que o fragmento tenha entrado na atmosfera a uma velocidade altíssima.

"Quando o meteoro é muito brilhante, ele é chamado de bólido. Provavelmente essa rocha é fragmento de algum asteroide e estava a 100 mil km/h. Ainda não sabemos qual era a sua extensão, mas deveria ser de, no máximo, do tamanho de um abacate”, afirmou.

O meteoro causa um clarão no céu porque ao entrar com muita velocidade na atmosfera é freado por conta que a atmosfera é mais densa e toda energia acumulada nele é dissipada e provoca o clarão de luz e o estrondo. Embora chame a atenção quando ocorre em áreas urbanas, é um fenômeno comum.

“Estima-se que todos os dias a Terra receba esses fragmentos, mas a maior parte acontece nos oceanos e em regiões desabitadas”, afirmou Rojas.

(Foto: Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoro)
Meteoro registrado no céu do interior de São Paulo.

Barulho no Céu

O barulho relatado pelas pessoas que presenciaram o meteoro se deve a sua explosão ao entrar na atmosfera. “Isso [barulho] ocorre quando o objeto é fragmentado, como era um pedaço pequeno e entrou com muita velocidade na atmosfera, ele aqueceu muito e foi se quebrando. Essa fragmentação de acordo com as nossas pesquisas, ocorreu a 18 a 20 km de altitude, ou seja, o dobro de altitude que um avião comercial voa”, explicou.

Segundo o astrofísico, embora assustador, um meteoro geralmente não oferece riscos à população.

“Não tem perigo, pois ele se despedaçou em pequenos pedaços e se espalhou. Só haveria perigo se fosse um fragmento maior. Ele não é radiativo”, afirmou.

(Foto: Bramom/Divulgação)
Meteoro registrado no céu do interior de São Paulo.


Fonte: Site G1 do globo.com

Comentário: Pois é galera, dessa vez foi no Brasil, e houve algum pavor e uma pequena mostra do que pode acontecer se o objeto for grande suficiente para causar algum estrago. A Natureza continua avisando e a Sociedade Humana continua não ouvindo, e achando que é algum suprassumo protegida por um Deus todo poderoso. Ou a raça humana acorda, ou uma hora a vaca vai pro brejo e entraremos para as estatísticas universais das especies extintas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário